Recompile, um jogo de plataformas com temática hacker, chega em breve para PS5

0 0
Recompile, um jogo de plataformas com temática hacker, chega em breve para PS5

Explore, lute e se infiltre em um mundo virtual que reagirá a suas ações conforme você tenta evitar ser deletado.

Olá! Sou o Phi, co-fundador, programador e game designer da Phigames. Estou aqui falar sobre o nosso próximo título, Recompile, onde você poderá explorar e lutar por um mundo digital intrigante e fascinante.  

Você joga como um vírus silencioso, tentando evitar ser deletado, conforme infiltra o mundo digital e virtual da Mainframe, para conseguir vontade própria e criar a primeira singularidade tecnológica. A humanidade depende disso, mas como você atinge este objetivo cabe à você.

O mundo da Mainframe é lindo e sombrio

Hoje estou feliz em revelar o nosso novo trailer, e anunciar o jogo para o PlayStation 5! Ele também inclui a incrível canção Jupiter, da artista e cantora Aoife O’Donovan. Veja acima!

Combinando mecânicas tradicionais de exploração e plataformas com uma narrativa dinâmica, Recompile o desafia a explorar, lutar e sobreviver. Há plataformas, combate em Terceira pessoa, e puzzles para hackear o ambiente. Com os vários desafios e obstáculos apresentados ao vírus, cabe á você decidir como encará-los. 

Será que você entra com tudo, atirando e atraindo a atenção dos sistemas de segurança enquanto derrota os inimigos e chefes? Ou pode tomar uma abordagem mais cuidadosa, hackeando inimigos e fazendo com que se virem uns contra os outros, enquanto espera escondido o caos terminar. O ambiente também pode ser hackeado, de coisas simples como portas trancadas até máquinas complexas – tudo é criado por circuitos de lógica que podem ser controlados, invertidos ou apenas desligados. Talvez você até decida passar por esses obstáculos fisicamente, se tiver gastado o tempo e recursos necessários para melhorar suas habilidades de movimentação. 

Vai hackear ou lutar por The Mainframe?

A história toda do game se passa em 1 segundo, mas dentro do mundo virtual, o tempo funciona de maneira diferente. Conforme explora a Mainframe, descobrirá o motive da sua existência, o que foi programado para fazer, e como suas escolhas difíceis terão consequências que afetarão o futuro deste mundo.

Algumas interações com a IA são mais estranhas do que outras

O terreno dentro da Mainframe é completamente aberto e pode ser explorado sem interrupções. Criamos um mundo pequeno, mas completo, cheio de detalhes e personalidade. Há múltiplos biomas, cada um representando uma única função do misterioso sistema de computador que você deve infiltrar. Da fortificação altamente armada e protegida de The Tet até o mundo autoritário de engenharia The Hex, cada local requer habilidades diferentes e estratégia para dominar.

A Mainframe, uma mistura caótica do orgânico e inorgânico

Como pode ter adivinhado, o game é sobre criar a sua primeira Inteligência Artificial auto-consciente. A pergunta é, que tipo de IA será criada? A resposta depende inteiramente no seu estilo de jogo, e em como decide resolver certas situações narrativas. Termine o jogo com armas destrutivas e um estilo agressivo, e você acabará criando um antagonista similarmente agressivo. É possível imaginar que tipo de destino uma inteligência como esta dará ao futuro da humanidade. A história possui muitos finais, então esperamos que os jogadores tentarão experimentar para ver que tipo de IA criarão.

Que tipo de IA você criará?

Recompile é um game que levou anos para ser criado. Quando cresci, sempre fui um nerd dos computadores, e graças aos filmes e séries de TV da minha infância como Tron e Reboot, e muitas vezes sonhava como seria estar preso em um mundo virtual dentro de um computador. É tudo bobeira claro, mas parte disso é o que me levou a querer fazer um game como Recompile.

Após estudar Ciência da Computação, tomei interesse em IAs e aprendizado de máquinas, e decidi colocar esses temas ao jogo também. Acabei criando as ideias fundamentais por trás de Recompile.

O conhecimento é maior do quer a soma de suas partes

Houve muitos protótipos e ideias através dos anos, mas após conhecer meus co-fundadores James Marshall (Artista de Animação & VFX) e Richard Evans (Sound Designer & Compositor) eventualmente decidimos o que seria Recompile: uma aventura de ação em terceira pessoa estilo Metroidvania. 

O Hypervisor aguarda sua próxima decisão

Voltando ao presente, com o anúncio dos consoles de próxima geração e o desenvolvimento recente da renderização gráfica e iluminação em tempo real, estamos ainda mais animados em revelar os nossos planos para o game. Esperamos que Recompile seja a extravagância visual que achamos que é, tudo com a beleza dos gráficos do PS5. E esperamos que curtam jogar!

Vamos hackear!


PlayStation Indies: 1 de Julho de 2020


Por favor, informe a sua data de nascimento.