A trilha sonora etérea de NieR Replicant, revisitada 11 anos depois

0 0
A trilha sonora etérea de NieR Replicant, revisitada 11 anos depois

Antes do lançamento de NieR Replicant ver.1.22474487139…, o compositor Keiichi Okabe fala sobre as faixas e seu processo criativo

Quando NieR Replicant foi lançado em 2010, um dos aspectos mais memoráveis do RPG de ação para o PS3 foi sua trilha sonora, criada pelo mestre Keiichi Okabe. Desde então, o compositor Japonês de 51 anos revisitou aquele mundo sci-fi sombrio em múltiplas ocasiões. Além de trabalhar em arranjos de álbuns e concertos ao vivo, ele retornou para a aclamada continuação da em NieR: Automata, em 2017. Daqui a poucos meses, vamos poder ouvir recriações modernas daquelas faixas clássicas, criadas especialmente para uma versão atualizada do original, chamado NieR Replicant ver.1.22474487139. 

Antes do lançamento do jogo no dia 23 de abril, tivemos a chance de falar com Okabe-san sobre seu trabalho de mais de uma década e descobrir como a trilha sonora etérea do game está sendo reinterpretada para esta nova versão. Além de falar sobre as sessões de gravação, o compositor também nos conta um pouco sobre seu processo criativo para as faixas, tanto as originais quanto as novas.  

———-

Você já criou música para vários games antes de compor para NieR, uma das obras pela qual é mais conhecido. Na época, compor para este game foi diferente?

Anteriormente, estive envolvido com jogos de arcade, e não de console. Então, muitas vezes me pediam para criar música bem emocionante, que criasse empolgação para batalhas. Entretanto, para NieR, coloquei mais ênfase no papel da música de expressar e transmitir um mundo único, ou as emoções de um personagem em particular, e os sentimentos presos em seu coração. 

A música não expressava felicidade, raiva ou tristeza claramente, em vez disso, foi criada para dar ao ouvinte uma ideia de todas as emoções nadando no coração dos personagens, como uma faísca de esperança no meio da angústia, ou tristeza misturada com amargura.

“Gravamos esta faixa com um coral infantil, e me lembro que foi bem complicado comparado com gravar com um coral de adultos.”

A empatia talvez seja o principal tema de NieR. Como você transmite essa sensação para a música?

Eu pessoalmente adoro música que evoca muita emoção. Então, não foi muito difícil expressar isso no meu trabalho. Entretanto, incorporar tudo isso nas várias faixas e ainda ter variedade, foi algo que me deu bastante trabalho, sem falar no número grande de faixas.

Tento injetar emoção na melodia, em vez de na trilha de fundo, e sinto que talvez os filmes antigos tenham sido minha maior inspiração.

“O piano de fundo repete um arpeggio similar, mas a melodia se desenvolve pela faixa.”

Um dos aspectos únicos da trilha sonora de NieR é a presença de vocais na maioria das faixas. Você teve algum desafio para compor música para games com tanto trabalho vocal na época, e se teve, como lidou com isso? 

Sempre que incluímos vocais em música feita para videogames ou peças cinemáticas, acabo ouvindo o feedback de que os vocais atrapalham ouvir a voz dos personagens, ou que os vocais podem insinuar coisas não intencionadas, tornando-os intrusivos. Por isso, sempre que Yoko-san pede a inclusão de vozes, como um vocalista ou coro, tento usar tons mais delicados, de atmosfera própria, em vez de usar algo com muito poder. Tudo para garantir que os vocais não vão atrapalhar de nenhuma maneira. 

Além disso, uma das características principais do som de NieR é o eco. Tornando o efeito do eco um pouco mais profundo, acho que os vocais se misturam melhor com o ambiente, tornando o som mais aéreo. Isso ajuda a criar uma presença única, ao contrário de vocais normais.

“No original, tínhamos um garoto japonês soprano para esta faixa, mas desta vez, gravamos com alguém da Hungria, então peço que ouçam as duas versões e comparem o ponto de vista belíssimo de cada um quando lançado.”

O quanto você sabia sobre NieR quando entrou no projeto 10 anos atrás? Quais aspectos da história de NieR mais inspiraram você quando compôs?

Quando comecei a compor faixas para o NieR Replicant original, o jogo em si ainda estava na fase de protótipo, passando por vários testes, tentativa e erro. Então, tentei criar um equilíbrio entre o que o Diretor Yoko Taro pedia e a música que eu queria criar, mesmo sem poder visualizá-la. 

Antes mesmo de trabalhar com Yoko-san de forma criativa, já éramos amigos desde que nos formamos na mesma faculdade. Então, mesmo da primeira vez que trabalhamos juntos em uma produção, pude opinar e questionar sem preocupação. Por isso, foi fácil imaginar as intenções por trás dos pedidos que ele fazia. 

Fui informado desde o início por Yoko-san que a música seria um elemento importante para a apresentação do jogo, então era algo que deveria me lembrar. Por exemplo, “Song of the Ancients / Devola” deixa você ouvir os vocais apenas quando se aproxima do personagem que canta, e de resto é uma faixa instrumental, sem vocais. Esse é o tipo de situação que encontrava.

Da criação da primeira faixa até a última, trabalhei aos poucos durante um período prolongado. Conforme mais progresso no game era feito, eu recebia mais informação e levava de lá.

“De todas as canções carregadas de NieR, esta é uma das mais pesadas, e mais claustrofóbicas de todas.”

A trilha sonora de NieR foi aclamada mundialmente. Desde o lançamento original, já criaram álbuns com arranjos diferentes, concertos ao vivo pelo mundo, e muito mais…. Como este legado impactou a sua criação musical de hoje? 

O meu papel e missão é compor e arranjar música, quieto no meu canto, gravar as faixas no estúdio, incorporar a música no game, e entregá-la para vocês, os jogadores, via o jogo. A única maneira em que descubro o impacto do meu trabalho é vendo as reações que encontro na internet e imaginá-las na minha cabeça.

Entretanto, poder realizar concertos, e ver a expressão dos fãs do palco, ou encontrar os fãs em eventos onde posso me comunicar diretamente com eles me deixou ter uma sensação real do sentimento de todos. Isso tudo é muito refrescante para mim, e deixou uma impressão duradoura. Não há dúvida que essas experiências contribuem para a minha motivação de continuar a criar até hoje.

“Embora NieR tenha várias faixas de tom pesado, esta é incomum, e serve para criar a sensação de um campo aberto e vasto”

Pode nos contar um pouco mais sobre a direção que tomou quando regravou a trilha sonora para NieR Replicant ver.1.22474487139…? 

A música da versão original não foi criada apenas por mim, mas por alguns dos criadores de Monaca também. E para NieR Replicant ver.1.22474487139…, em vez de eu mesmo criar os arranjos, tomei mais uma posição de diretor musical e instrui os nossos criadores.

A trilha sonora etérea de NieR Replicant, revisitada 11 anos depois

“As faixas com arranjo novo servem para destacar cada artista participante através de seu arranjo. Desta forma, acho que mesmo quem já conhece as faixas pode curtir a nova versão”

Regravamos todos os elementos vocais que incluem a performance vocal de Emi Evan e seu canto em coral, além de trocar vários elementos instrumentais que foram feitos em uma máquina originalmente por performances musicais ao vivo, então acho que o som é muito mais rico nesta versão.  

Para quem for jogar NieR Replicant pela primeira vez em abril deste ano, qual faixa está mais ansioso para que ouçam? 

É difícil escolher apenas uma.  

Desta vez, tudo está mais robusto, incluindo os instrumentos regravados, e acho que uma das maiores mudanças pode ser observada nas músicas de batalha que envolvem uma orquestra grande. Principalmente para quem já conhece o original, espero que aproveitem as diferenças.

A trilha sonora etérea de NieR Replicant, revisitada 11 anos depois

“Devido à edição detalhada desta faixa, esta é uma versão bastante diferente da que está no jogo. Acho que pode ser aproveitada com uma perspectiva nova.”

A trilha sonora etérea de NieR Replicant, revisitada 11 anos depois

“Pudemos combinar duas versões da faixa original com tempos diferentes, aumentando o impacto desta versão e a tornando mais dinâmica.”

Por favor, informe a sua data de nascimento.