Troll and I: Uma Jornada Perigosa pela Escandinávia dos anos 50

0 0
Troll and I: Uma Jornada Perigosa pela Escandinávia dos anos 50

Chegando hoje no PS4, esta aventura única acompanha dois amigos improváveis e o desejo de ambos de voltar para casa.

Troll and I é um jogo de aventura mítico da Maximum Games e da Spiral House, chegando hoje para o PS4. O jogo explora os temas de amizade e sobrevivência, enquanto dois companheiros improváveis são expulsos de casa e obrigados a combater forças do mal tanto humanas como não.

Troll, a criatura elusiva jamais vista pelos humanos, e Otto, um menino adolescente vivendo em paz nas florestas da Escandinávia, criam um laço inesperado após serem expulsos de casa por caçadores de troféus. Sua jornada perigosa é movida pelo desejo de ambos de retornarem para casa, sua sabedoria afiada da natureza e seu desejo de enganar e despistar seus rivais.

Hoje entramos na cabeça da Maximum Games e da Spiral House para responder algumas das perguntas mais importantes da nossa comunidade.


Qual é o fator que mais define este jogo? O que os jogadores vão gostar mais?

Kevin Oxland, Spiral House: Quando começamos a desenvolver Troll and I, pensamos o quão difícil seria criar ambientes e mecânicas que serviriam a dois personagens controláveis de tamanhos e habilidades altamente diferentes. Foi no mínimo, um desafio, e levou muita tentativa e erro até conseguirmos estabelecer regras básicas.

Os dois personagens estão mundos a parte em termos de jogabilidade, sensação e função no jogo; entretanto, no fim acabam funcionando como um time. Isto define o jogo e é o que os jogadores verão de único: jogar com dois protagonistas extremamente diferentes que possuem o mesmo objetivo.

O jogo se passa na Escandinávia dos anos 50, pós Segunda Guerra Mundial. Como este cenário afeta o jogo?

Kevin Oxland: Não queríamos que a tecnologia moderna ficasse no caminho, como celulares ou equipamento militar sofisticado, etc. Situar o jogo nos anos 50 resolveu este problema. Também achamos interessante a idéia do mundo estar retornando à paz depois da Segunda Guerra Mundial, mas ainda lutando para voltar ao normal.

De onde veio o conceito original do jogo?

Kevin Oxland: A idéia de dois personagens com características muito diferentes que mesmo assim se tornam melhores amigos é algo que me fascinou. Estava com essa idéia na cabeça por um tempo e sabia que era algo que valia a pena investir.

Sabemos como o Troll e o Otto são muito diferentes, mas quais suas semelhanças?

Andrew Nguyen, Maximum Games: São parecidos de várias maneiras. Assim como o Otto, Troll é esperto e adepto, mas ainda tem muito o que aprender. Isto é algo que você descobre durante a sua aventura. Ambos foram tirados de sua casa e estão lutando para sobreviver fora de sua zona de conforto. Os dois possuem um objetivo em comum, e um inimigo em comum. São esses elementos que unem Troll e Otto e forjam uma grande amizade. friendship.

É possível jogar o jogo com apenas um personagem ou é preciso trocar entre eles?

Andrew Nguyen: O jogo é todo sobre trabalho em equipe, então você terá que trocar e destrocar de personagem para prosseguir com a história. Às vezes, terá que jogar com o Troll, usando sua força bruta para levantar objetos pesados, e outras, terá que jogar como Otto, construíndo lanças com os galhos das árvores para enfrentar os inimigos que estão avançando.

A exceção é, claro, quando for jogar o modo co-op local, onde pode terminar o jogo com um personagem enquanto seu amigo joga com o outro.

O que fez com que decidissem oferecer um modo co-op local?

Kevin Oxland: Co-op local é algo que sempre esteve jogamos no passado e raramente faz parte dos jogos hoje em dia. Quisemos trazer isso de volta. Também achamos que é algo que se encaixa muito bem no jogo, e fazia sentido com a dinâmica entre Troll and Otto. Com split-screen, a interação social que acontece entre os jogadores é similar à entre Troll and Otto através do jogo.

E como entra a magia no jogo? Quais poderes mágicos que o Troll possui?

Kevin Oxland: Demos ao Troll qualidades renomadas na mitologia Escandináva. Trolls são criaturas elusivas, por isso a Invisibilidade. Eles também possuem um poderosos rugido, e poderes mágicos, então juntamos esses aspectos para criar as seguintes funções: Bellow (O Troll atordoa os inimigos no alcance); Heal (O Troll pode se curar quando estiver ferido); Hide (O Troll pode ficar invisível por um tempo).

O que acham que os jogadores mais vão gostar sobre o Troll and I?

Andrew Nguyen: A habilidade de trocar entre dois personagens bem diferentes com um aperto de botão é algo bem legal e intuitivo. Mas uma coisa que me parece bem satisfatória é a habilidade de esmagar monstros inimigos usando o soco do Troll ou seu Stomp. Embora conforme o jogo avança, os inimigos começam a ficar espertos e se esquivar dos golpes e socos do Troll, então o jogador tem que adotar outra estratégia.

A habilidade de Otto de variar sua jogabilidade é bem interessante também. Você pode lutar contra inimigos usando armas de corpo-a-corpo ou de distância, ou pode se esgueirar e derrotá-los usando furtividade, deixando o jogador usar as funções e estratégia que mais se encaixa com seu jeito de jogar.

Por favor, informe a sua data de nascimento.