Steins;Gate 0 Chega ao PS4 e PS Vita em 29 de Novembro

1 0
Steins;Gate 0 Chega ao PS4 e PS Vita em 29 de Novembro

Se você sequer consegue salvar a pessoa que ama, como pode salvar o resto da humanidade? Essa é a pergunta chave de Steins;Gate 0 e vai ressonar com fãs de Steins;Gate que viram o cientista louco Okabe voltar no tempo para salvar a garota que ama. Na primeira vez que tenta, ele falha. Na segunda, tem sucesso. Mas e se não houver uma segunda vez? E se alguém o impedir de tentar de novo?

Steins;Gate 0

Steins;Gate 0 segue a história de uma linha do tempo onde Okabe falhou e não salvou Kurisu, e é forçado a viver com as consequências da escolha de sacrificá-la. Seis meses depois, ele está um caco, tomando medicações, raramente encontrando seus amigos. Seu único objetivo de vida é continuar o trabalho de Kurisu.

Mas o destino não terminou com Okabe, quando ele descobre ainda cedo que Kurisu pode não estar tão perdida quanto ele pensou…

Steins;Gate 0 é uma história muito mais sombria que Steins;Gate. A original lhe pediu para repetidamente fazer uma escolha sobre o quanto você estava disposto a sacrificar para salvar Mayuri. Zero é uma história sobre viver com as consequências destas escolhas, mesmo que não sejam necessariamente o que você quer.

Steins;Gate 0

Desta vez, o elenco também é bem maior. Eu sou um grande fã do elenco original (eu tenho um boneco da Kurisu na minha mesa há 6 anos!), então na minha cabeça, o novo elenco tem um grande desafio a cumprir. Acho que depois de terminar as traduções, eu gosto mais dos personagens novos que dos antigos. Minha favorita é Maho. Ela é uma das mais desenvolvidas personagens que já vi em anos. Similar a Okabe em muitos aspectos, com uma personalidade exterior forte que esconde um coração que não é tão durão quanto ela gostaria que fosse.

Como Okabe, sua vida foi alterada para sempre por suas interações com a genialidade de Kurisu Makise, e eu amo a forma como ela cresce e se altera durante a história.

Durante o último ano, eu sinto como se realmente conhecesse o elenco, como se fossem uma parte de mim. Localizar Steins;Gate 0 foi um trabalho realmente enorme — um projeto de 5 meses do momento em que recebemos os cript até a data de entrega. Trabalhamos várias horas por dia, cinco dias por semana. O projeto veio a nós no formato de diversas planilhas massivas, e começamos pelo começo e trabalhamos até chegar ao final.

Steins;Gate 0

Steins;Gate 0Steins;Gate 0

A partir dali, demos uma segunda olhada para checar a coesão e melhorar o fluxo da história. Não tenho muita noção de quantas horas isso levou no total, mas foi um projeto muito muito grande, certamente comparável ao original no que diz respeito ao tamanho.

Steins;Gate 0

Foi também um trabalho desafiador. Em primeiro lugar, é um jogo de ficção científica com uma ciência muito precisa, o que significa que tem um monte de coisas que precisamos pesquisar para ter certeza que estamos parafraseando corretamente. Passei altas horas na Wikipedia olhando artigos sobre inteligência artificial, cérebro e diferentes teorias sobre viagem no tempo!

E, é claro, tem também o fato de ser um jogo super japonês, que foi escrito primariamente para agradar audiências japonesas específicas que entendem coisas que alguém do oeste talvez não compreenda. Isso foi um problema menor do que talvez pareça para jogadores do game original, já que Steins;Gate 0 é muito mais sério e tem um foco bem menor na cultura otaku e na internet, e também porque o jogo tem um dicionário integrado que explica alguns dos conceitos mais obscuros.

O maior desafio, ou ao menos um dos que passei maior tempo pensando a respeito, foi um que os fãs talvez não esperassem: localizar o diálogo de Mayuri. Mayuri é uma personagem muito fora do comum, e fala de forma bem peculiar. Ela viaja um pouco, mas não é burra ou sonsa, e há uma nuance em seu discurso que demonstra um carinho e consciência que você talvez não veja apenas ao ver uma tradução direta de suas palavras. Por ela ser uma personagem tão crítica, acertar sua personalidade foi uma tarefa de alta prioridade para mim.

Steins;Gate 0

Inevitavelmente você cruza com pedaços de texto que são complicados de localizar. É tentador tentar substituí-los com algo similar que seja mais adequado à cultura — apesar de tentarmos evitar isso ao máximo.

A ambientação do jogo e sua cultura são aspectos extremamente importantes da história, e estaríamos fazendo um desserviço aos fãs se tentássemos ocidentalizar tudo. Fãs da tradução do primeiro jogo devem perceber que o nível de ocidentalização é confortável para todos, e que a maior parte das ideias culturalmente obscuras são localizadas de forma similar ao que lembram.

Por exemplo, em certo ponto do jogo, uma palavra japonesa específica (Senpai, usada para se referir a uma garota mais velha na escola neste caso) torna-se importante para a história. Ao invés de tentar achar uma forma de abstrair este conceito e vir com uma palavra equivalente, deixamos a palavra no original e adicionamos um breve diálogo sobre o que significa e o que seu uso significa para os personagens.

Steins;Gate 0

Apesar de tudo, escrevi a tradução de Steins;Gate 0 tendo a audiência geral de gamers de console/portáveis em mente. Queria algo acessível e legível, não importa o quanto o jogador possa saber sobre o cenário do jogo, e estou confiante que fomos bem sucedidos.

Uma coisa que constantemente me perguntam é o quão acessível isso tudo é para quem não jogou o original. Eu acho que deixar de aproveitar só porque você não viu o anime ou jogou o original é um erro — a história realmente funciona por si só. O primeiro Steins;Gate é agora um jogo com sete anos de idade, e quando os escritores criaram Zero eles estavam bastante cientes que muitos jogadores não o terminaram. Steins;Gate Zero se passa em uma linha do tempo onde muitos dos eventos do primeiro jogo nunca aconteceram, e rapidamente se torna uma história por si só. Apesar de ser uma sequência direta, ele presume que jogadores não tenham nenhum conhecimento da maior parte do que aconteceu no original, além de coisas muito básicas. Eu diria que se você viu o anime, leu o mangá ou está imerso nas histórias de fãs por tempo o suficiente para se interessar pelo título, você sabe tudo que precisa para tirar o máximo de proveito de Steins;Gate 0.

Steins;Gate 0 é um jogo maravilhoso, e já vi muitos dizerem que curtiram ele mais que o original. Apesar de requerer apenas um pouco de conhecimento sobre o primeiro jogo, ele amarra muitas pontas soltas na história e também responde o que talvez seja o maior e mais longo segredo que a série ainda mantém.

Se você está interessado na série de qualquer forma, você deve a si mesmo dar uma olhada no jogo.

Os comentários estão fechados.

1 Comentário

  • pauloredlinex7

    Certamente muitos comprarão este jogo por causa da Platina que é muito fácil de se fazer.

    Eu comprarei pro PS Vita no lançamento mas esperarei uma promoção( No PS4) pra poder aproveitar a história da linha beta, não acho ele melhor que o primeiro não mas eu vou adorar entender o que acontece com os outros personagens.

Por favor, informe a sua data de nascimento.