Republique Chega ao PS4 em 22 de Março

0 0
Republique Chega ao PS4 em 22 de Março

Olá, pessoal! Aqui é o Paul, da Camouflaj. Eu estou bastante empolgado de anunciar que Republique vai chegar ao PS4 em 22 de março!

Alguns e vocês podem se lembrar de Republique pelo nosso sucesso no Kickstarter alguns anos atrás. Agora, depois de muitos anos de desenvolvimento, a saga de cinco episódios de Republique está finalmente pronta para ser lançada. A versão de PS4 que está chegando vai coincidir com a finalização do quinto e último episódio, então todos os jogadores de PS4 poderão curtir Republique de forma completa.

Para aqueles que não estão familiarizados com Republique, ele é um jogo de ação stealth focado em história bastante inspirado na era 32-bit. No começo do game, os jogadores formam uma parceria com Hope, uma jovem mulher presa em uma nação totalitária secreta chamada Metamorphosis. A partir dali, os jogadores podem hackear câmeras de segurança e guiar Hope até a liberdade ao longo da campanha que tem cinco partes.

Cada episódio introduz novos inimigos, ambientes, puzzles e elementos temáticos, tudo compondo um comentário profundo sobre privacidade e segurança na era da internet.

Você pode ficar surpreso lendo isso, mas a decisão de trazer Republique para o PS4 não foi fácil. Como muitos de vocês já sabem, nossa equipe aqui na Camouflaj planeja bastante os métodos de input e o que isso significa para o papel do jogador na história. Com o lançamento mobile, nós trabalhamos em um esquema de controles de “um toque”, e então para o lançamento da versão para desktop nós transformamos o jogo em uma experiência amigável para mouse e teclado.

A partir dali, nós sabíamos que fazer a transição de Republique para uma verdadeira experiência de console seria a próxima evolução natural do game, mas havia uma grande barreira no caminho: como diabos poderíamos fazer os controles do jogo para o DualShock 4?

Tudo começou com um protótipo secreto no qual Ryan, um dos nossos designers, estava trabalhando quietinho com Paulo, um programador do Brazil. Ignorando sugestões de que o jogo deveria rolar como um RTS (real time strategy) para console (com o jogador mandando comandos simples para Hope) ou de que deveríamos transformar o game em um jogo de ação com visão acima do ombro (over-the-shoulder), Paulo e Ryan decidiram dar aos jogadores controle completo sobre Hope, como em nossos jogos favoritos de 32-bit, tipo Metal Gear Solid, Parasite Eve e Deep Fear. Depois de cerca de um mês de experimentos, isso foi revelado para a equipe.

Mesmo em seu estado rudimentar, o protótipo para o DualShock 4 demonstrava o potencial para uma versão de PS4 de Republique. A partir dali, nós entramos em uma parceria com a GungHo Online Entertainment e começamos a trabalhar de verdade em reconstruir Republique para transformá-lo em uma verdadeira experiência para PS4. Por baixo de toda a empolgação no estúdio a respeito de nossa parceira com a GungHo e a versão de PS4, é impossível negar que havia uma ansiedade para saber se realmente conseguríamos dar conta…

Republique on PS4Republique on PS4

O ponto de virada para o projeto foi a PAX Prime. Graças a GungHo, Republique teve uma grande presença no evento com vinte estações de jogo para PS4 em exposição no grande estande roxo deles. Não só foi um alívio ver os jogadores controlando o game sem problemas com o DualShock 4, mas também foi uma rara oportunidade de entrarmos em contato com os fãs do jogo.

Enquanto nós esquivávamos de perguntas sobre a data de lançamento e questionamentos profundos sobre a história, nós tivemos uma experiência transformadora na PAX. Graças aos nossos parceiros de desenvolvimento da Darwind Media, nós chegamos com uma versão em construção que demonstrava nossas ações amigáveis para controle da Hope e experiência intuitiva com os botões para OMNI View. A PAX foi um ponto de virada para o projeto, e nós deu a confiança que precisávamos para correr até a linha de chegada.

Não quero entrar muito no assunto técnico, mas gostaria de apontar alguns componentes importantes que abastecem a versão de PS4. Primeiro, nós construímos um sistema de cobertura do zero, com novas animações feitas a partir de captura de movimento. As perspectivas fixas de câmera — que eram minha maior preocupação inicialmente — acabaram sendo um grande recurso. Os controles analógicos fluem naturalmente de uma perspectiva para outra sem impedir o movimento do jogador, um truque que aprendemos jogando muito Devil May Cry das antigas.

Nós também passamos várias noites com o pessoal da Darkwind tentando entender como poderíamos traduzir nossos controles de hack OMNI que eram amigáveis para o toque para o DualShock 4. Depois de fazer meia dúzia de protótipos de esquemas diferentes, nós chegamos a uma solução focada em botões com base em soluções escondidas na lógica do game (por favor, não me peça pra explicar como isso funciona).

Com a data do lançamento em 22 de março se aproximando, é emocionante podermos estar aqui no PlayStation.Blog hoje e anunciar não só que a GungHo vai lançar o game tanto digitalmente na PlayStation Store como em versão física no varejo mas também que ambas as versões terão acesso a novas vestimentas originais para Hope.

Republique on PS4

Essas vestimentas não só são têm um visual muito bacana como também desbloqueiam recursos únicos de gameplay que transformar a maneira como você irá experimentar o jogo em playthroughs subsequentes (internamente, nós estamos acreditando que a média de um primeiro playthrough vá ficar entre 10 e 15 horas). Mesmo que você já esteja familiarizado com Republique — caramba, especialmente se você estiver — esperamos que essa notável transformação no PS4 vá surpreender você. Nós também temos muita sorte de ter a oportunidade de colaborar com a Sony Computer Entertainment para criar uma vestimenta única homenageando Gravity Rush como conteúdo adicional exclusivo para a versão de PS4.

Pra fechar, eu só quero dizer que ao trazer Republique para o PS4 realmente parece que estamos chegando em casa. Nós acreditamos que temos algo especial em nossas mãos, principalmente para jogadores que querem um game bastante inspirado em jogos clássicos 32-bit de survival horror e de ação stealth da era inaugural do PlayStation.

Seja você fã desses jogos ou não, a história impactante de Republique e as vozes, feitas por lendas da indústria como Jennifer Hale, David Hayter e Dwight Schultz realmente se destacam por si só, tudo isso capitaneado pela incrível atuação de Rena Strober como Hope.

Eu acho que posso falar pelas equipes da Camouflaj e da Darkwind quando digo que estamos extremamente empolgados por compartilhar Republique com uma nova audiência no PS4. Muito obrigado por ler!

Por favor, informe a sua data de nascimento.