Entrevista com Hideaki Nishino: desenvolvendo atualizações do software do sistema PlayStation

1 0
Entrevista com Hideaki Nishino: desenvolvendo atualizações do software do sistema PlayStation

Os bastidores do processo de design da atualização de sistema de setembro.

Na quarta-feira passada, as equipes de desenvolvimento de produtos da PlayStation lançaram novas atualizações do software do sistema para os consoles PS5, PS4 e para o aplicativo PS Remote Play. 

Reuni-me com Hideaki Nishino, Vice-presidente Sênior de Experiência da Plataforma, para buscar informações sobre alguns dos novos recursos, incluindo áudio em 3D nos alto-falantes integrados da TV e expansão do armazenamento em SSD M.2 no PS5. Também falamos sobre as atualizações dos aplicativos para dispositivos móveis, como o compartilhamento de tela no PS App, que começou a ser lançado ontem para iOS e Android.* 

Ouça nossa entrevista na íntegra no PlayStation Podcast oficial aqui para ver insights sobre como os recursos foram combinados, ou continue lendo para ver trechos importantes, editados para oferecer agilidade e clareza.  

PlayStation.Blog: você pode falar um pouco sobre o que faz como Vice-Presidente Sênior de Experiência da Plataforma?

Nishino: aqui na SIE, trabalho com produtos e serviços de hardware, software do sistema e plataforma de rede. Eu não contribuo com a criação de jogos ou com as equipes de estúdio, mas com tudo que não seja relacionado a jogos. 

PlayStation.Blog: parabéns pelo lançamento da atualização do sistema de setembro para o PS5. Você considera algum recurso particularmente importante?

Nishino: lançamos muitos recursos com a atualização de setembro, mas um que pessoalmente gosto é o controle de troféus. É claro que quero ganhar mais troféus e exibi-los. O controle de troféus permite que eu fixe facilmente os troféus que estou acompanhando. 

PlayStation.Blog: muitas pessoas perguntaram quando vamos receber uma atualização sobre o áudio em 3D pelos alto-falantes da TV (além dos fones de ouvido).

Nishino: sim, com certeza. O áudio em 3D tem sido uma parte essencial da nossa visão para o PS5: proporcionar uma experiência realmente imersiva não apenas por meio de imagens, mas também pelo áudio. Quando eu ativo o áudio em 3D pelos alto-falantes da TV, ele soa diferente. É difícil de descrever, mas espero que todos experimentem. 

Parece que o som vem de perto dos meus ouvidos e pela frente também. Então com certeza é uma experiência diferente. Estou muito orgulhoso da equipe que proporcionou essa experiência de áudio em 3D. 

PlayStation.Blog: acredito que um importante recurso para muitas pessoas é a capacidade de expandir o armazenamento do PS5 [com um SSD M.2]… o que a inclusão de um novo recurso desta magnitude representa para a equipe?

Nishino: como temos muitos usuários do PS4 atualmente, vimos vários padrões de utilização do console. Lançamos o PS5 de duas maneiras: com e sem a unidade de disco. Nós realmente queríamos oferecer opções aos clientes, esse era o conceito. 

Sabíamos que não importava a capacidade de armazenamento que colocássemos na máquina, um dia ela seria atingida. Queríamos oferecer opções. Foi importante para nós habilitar o recurso de upgrade para os usuários. Projetamos o recurso SSD M.2 em 2018. Naquela época, não tínhamos certeza se a 4ª geração de SSDs seria lançada ou não, mas acreditávamos que seria. 

Discutimos o assunto com o [arquiteto líder de sistema, Mark Cerny]. Finalmente, decidimos seguir em frente, na certeza de que isso abriria a porta para que os usuários pudessem expandir e melhorar a capacidade do PS5. Essa foi a conversa que tivemos nos bastidores, e estou feliz por poder comunicar isso agora, em tempo para o final do ano. 

​​
Entrevista com Hideaki Nishino: desenvolvendo atualizações do software do sistema PlayStation

PlayStation.Blog: como é o processo de criação de uma atualização do sistema? Como vocês conseguem juntar tudo isso?

Nishino: esta é apenas a segunda grande atualização para o PS5. Vamos voltar um pouco no tempo. Já se passaram quase oito anos desde o lançamento do PS4. Aprendemos muito com o PS4 e continuamos aprendendo com a maneira como os jogadores estão usando o sistema e como os jogos têm funcionado. Sabemos o que é mais aceito e mais popular; quais recursos não são usados. Então, antes do lançamento do PS5, já tínhamos uma lista gigantesca de coisas que queríamos fazer. Na verdade, sonhamos em fazer tudo. 

Se eu digeri a lista inteira? Acho que ainda não. Mas, há ideias interessantes, emocionantes, fantásticas na lista. Ao mesmo tempo, lançamos o PS5. Então, estamos recebendo um monte de feedback da comunidade pelas redes sociais ou telemetria de sistemas, bem como da mídia, minha família, meus amigos. Temos uma grande quantidade de feedback.

As nossas atualizações não são apenas sobre as [principais] atualizações de firmware. Se você olhar com atenção para o sistema do PS5, na rede estamos mudando o comportamento da UX com bastante frequência. Às vezes, fazemos algumas personalizações para um determinado grupo de pessoas para ver como esses recursos são usados. Por isso, tem sido algo dinâmico.

PlayStation.Blog: acessar o compartilhamento de tela pelo PlayStation App é uma grande atualização. O PS Remote Play também pode ser reproduzido em redes móveis. Concentrar-se na experiência móvel foi uma ação consciente?

Nishino: o PS Remote Play vem mais pelo ponto de vista de utilidade pública: o melhor uso dos sistemas do PS5 e PS4 quando o usuário não está diante da TV. 

Durante a pandemia, tenho trabalhado em casa. Não tenho um PS5 no meu escritório, ele fica na sala de estar. Mas preciso verificar a interface de usuário do PS5 para trabalhar e, às vezes, para jogar. Então, eu uso o PS Remote Play pelo meu PC desktop. E quando quero jogar o PS5 no meu quintal em um dia ensolarado, levo meu iPad comigo. Mesmo quando o usuário não está diante da TV, com o PS Remote Play a experiência é onipresente. Agora, com os dados móveis, você também pode levar para fora de casa. Eu só quero ter certeza de que os usuários possam curtir seus jogos de mais maneiras. 

Por outro lado, há o Compartilhamento de tela. Adoro jogos para um jogador. Por causa da pandemia, tentei jogar Bloodborne. É um jogo desafiador para mim. Eu estava conversando com meus amigos sobre como não consigo passar dessa fase [específica]. As pessoas disseram: “como assim você acha tão difícil? Você consegue!”. 

Então, em uma noite de sexta-feira, havia cinco pessoas no bate-papo de uma party. Eu compartilhei a tela do meu PS5. As pessoas estavam rindo quando eu falhava ou morria e renascia. [Usando o Share Play], tentei entregar o comando ao cara que disse que já tinha passado pelo nível facilmente. Ele morreu nele. Eu disse: “o que você está fazendo, você nem é o melhor”. As outras três pessoas continuaram a rir e a conversar. Parecia um momento descontraído no sofá de casa, só que conectado pelo Compartilhamento de tela.

PlayStation.Blog: isso me lembra de velhos tempos, cerca de 20 anos atrás, em que os jogos colaborativos no sofá de casa era algo grandioso. Isso traz de volta um pouco daquela sensação.

Nishino: o mais empolgante é que, antes da atualização de setembro, era necessário estar em frente ao PS5 para ver as imagens. Agora, com seu telefone celular, você pode entrar nessas sessões de qualquer lugar. Por isso, é possível recriar aqueles “velhos tempos” com os seus amigos diante da TV, aquela época está voltando.

PlayStation.Blog: então, no que vocês estão trabalhando agora? Você pode nos dar uma dica?

Nishino: como eu disse, quando penso na lista de coisas que precisamos fazer, ainda há muito para ser feito. A comunidade também está pedindo bastante coisa. Como os japoneses costumam dizer, estou trabalhando diligentemente nessas listas e teremos mais novidades no futuro. 

Também quero agradecer à comunidade. Não estamos apenas considerando os recursos que nós queremos. Trabalhamos para atender às necessidades dos clientes. Nós realmente queremos resolver o problema de uma maneira prazerosa. Essa é a nossa maior paixão. Estamos aqui para os [fãs] do PlayStation. Fico sempre impressionado com os comentários, o quanto a comunidade adora o PlayStation. É muito bom ouvir o feedback dos jogadores e, ao mesmo tempo, também recebemos um excelente feedback dos criadores de conteúdo. 

Acredito que essa atualização de firmware não se trata apenas disso; é um trabalho da comunidade como um todo. Por isso, estou muito animado para ouvir mais o que a comunidade tem a dizer. E eu [e minha equipe] entregaremos cuidadosamente os novos recursos de uma maneira empolgante.  

* A versão para Android do Compartilhamento de tela no PS App será lançada gradualmente e poderá levar até uma semana até que a atualização esteja disponível no seu dispositivo móvel.

Os comentários estão fechados.

1 Comentário

  • acrjunior12

    Prezados amigos,

    Comprei a 6 meses um ssd homologado pela Sony. O WD SN850 M.2 de 2 TB

    E ate o momento nao consegui utiliza lo.

    Li em algum ligar que a sony pode angariar beta tester para testar

    Gostaria de me oferecer para auxiliar no que for Uma vez que acredito que muito poucas pessoas tenham esse ssd

    Sou Brasileiro e moro no Estado de SAO PAULO. e Tenho mais de 18 anos alias bem mais.

    Me coloco a disposição e lógico aguardo ansioso a liberação desse recurso.

    Meus dados estão atualizados no cadastro da Sony

Por favor, informe a sua data de nascimento.