Superhot: Mind Control Delete chega para PS4 em 16 de julho

0 0
Superhot: Mind Control Delete chega para PS4 em 16 de julho

Gratuito para jogadores que compraram o Superhot original no PS4 antes do lançamento de MCD.

O mundo da criação de games está cheio de histórias de sucesso. Contos de pessoas felizes que trabalham em seus projetos por vários meses e terminam com um ótimo game em mãos após um desenvolvimento alegre. Na realidade, este quase nunca é o caso. O processo de criação de games pode ser difícil, demandar muito, ser cheio de dúvidas, tristeza e becos sem saída. Como foi o caso com o nosso mais novo projeto.

Após finalizar Superhot VR, sentamos e pensamos — o que fazer agora? Depois paramos, lembrando que já tínhamos começado um pequeno projeto logo depois de Superhot. Havíamos prometido fazer algo para as pessoas que amaram o game mas acharam que era muito curto. Algo para os manter ocupados enquanto trabalhávamos no nosso próximo projeto. Era para ser algo pequeno, no máximo três meses de trabalho, e dado de graça para quem já havia adquirido o Superhot original, sem o componente PS VR.

Mais de três anos depois e estamos na linha de chegada daquele “pequeno projeto”, que agora se chama Superhot: Mind Control Delete.

Mas do que se trata, exatamente? Para ser honesto, nem sei dizer que tipo de jogo é mais. Queríamos fazer um rogue-lite, mas Superhot: Mind Control Delete perdeu qualquer semelhança que tinha com um há muito tempo. Você passa por várias áreas, e se morrer, começa de novo. Se conseguir chegar até o fim, destrava mais desafios. Também, colocamos mais tipos de inimigos, armas, habilidades e power-ups. É um game completo, com uma história “não-existente”, esperando para você o explorar e vivenciar, em vez de ser atirado na sua direção na velocidade da luz, como o Superhot original.

Para criar “MCD”, tivemos que mudar completamente a maneira que pensamos e criamos games. O primeiro jogo era bem pequeno, e bem polido. Era tão sem elementos desnecessários, que parecia impossível de iterar. Tudo parecia supérfluo, e tudo que colocávamos em MCD parecia torná-lo pior. Tivemos que tomar decisões difíceis e basicamente esmagar esta jóia preciosa em milhares de pedacinhos, e criar algo novo.

O desenvolvimento foi longo, difícil e cheio de eventualidades. Decidimos entrar em acesso antecipado para receber mais feedback das pessoas, o que nos fez entrar em modo de desenvolvimento de alta velocidade, algo  que não estávamos acostumados. A equipe estava crescendo bem rápido, assim como o projeto. As novidades estavam se empilhavam, novas idéias uma atrás da outra, e não dava pra resistir colocar MAIS coisas no jogo. Agora tudo parecia se encaixar, e estava tudo indo bem. Pelo menos até atingirmos o nosso primeiro grande obstáculo. . 

Depois de mais de um ano e meio de desenvolvimento, estávamos cansados, e decidimos: “vamos parar por aqui e olhar para o que já temos.” Infelizmente, percebemos que havíamos criado um monstro. Uma abominação com muita coisa — não estava polido nem otimizado, era confuso e sem uma história ou objetivo nítido. A nossa vontade de colocar MAIS nos deixou exaustos, o projeto se tornou muito pesado, e pesava em nós. 

Apesar iddos, nos recusamos a desistir. Acreditamos que havia algo na pilha amorfa que de MCD que podia ser salvo. Só precisava ser podado, removendo algumas coisas que não estavam “boas o bastante”. Acabamos tendo que cortar apenas: um app fake de internet, chats com amigos, desafios diários e semanais, batalhas contra chefes, um hub para a comunidade, voz interativa, sistema de pontuação, moeda de jogo ligada à progressão, um sistema “crie-sua própria partida”, placares, arenas para chefes, reescrever a história umas três ou quatro vezes, mudar a UI, refazer todos os upgrades, reescrever o sistema de recebimento de upgrades, e mais. Com certeza não demoraria tanto para terminar — ou pelo menos achamos isso.

Um ano e meio depois, finalmente conseguimos. Quando começamos, nunca poderíamos imaginar que seria tão difícil e cansativo. Chegamos à beira do desespero e voltamos, lutando para criar algo do qual poderíamos nos orgulhar, e nos divertir jogando. Mais uma vez tiramos tudo que não era necessário e desta forma descobrimos a verdadeira identidade do game. 

Pelo caminho os nossos objetivos iniciais não mudaram nem um pouco: fazer um jogo que providencia dezenas de horas de jogabilidade como agradecimento por acreditar em nós durante o nosso Kickstarter, e nos apoiar emocionalmente e financeiramente, comprando Superhot e esperando pacientemente por seja lá o que viesse depois. É por isso que Mind Control Delete ainda será dado de graça para todos que já possuem o game original em qualquer plataforma. 

Estamos orgulhosos de nossa criação. Acams que é um ótimo game e esperamos que joguem até cansar… e que curtam pelo menos metade do que nós sofremos para criá-lo! 

Olhe aqui! Vamos falar de uma promoção na cara de pau mesmo! Leia! É bom para você!

Lembrando que Mind Control Delete será gratuito para todos que já adquiriram o Superhot original, não-VR, antes do lançamento de MCD! Sim, isso quer dizer que estamos dando cerca de dois milhões de cópias do nosso game em (quase) toda plataforma imaginável. Para que j´possui o original, você receberá a sua cópia de Mind Control Delete automaticamente na sua biblioteca de jogos PS4 após o lançamento. Leia todos os detalhes no site oficial Superhot.

Por último, criamos vários incríveis fundos de tela de Superhot: Mind Control Delete para PC, PS4 e celulares para ajudar a comemorar o lançamento. Vá até o site oficial Superhot para adquiri-los.

Obrigado por tudo, sempre com amor,

Equipe Superhot

Por favor, informe a sua data de nascimento.