PlayStation.Blog BR

A Infinity Ward Fala Sobre Call of Duty: Modern Warfare

0 0
A Infinity Ward Fala Sobre Call of Duty: Modern Warfare

A ambiguidade da guerra é o centro das atenções no jogo de tiro de 2019 da Infinity Ward, e o Diretor de Narrativa Taylor Kurosaki nos dá detalhes.

Uma das minhas demos de destaque da E3 este ano foi Call of Duty: Modern Warfare, uma “reimaginação” do clássico de 2007, também desenvolvido pela Infinity Ward.

O Diretor de Narrativa Taylor Kurosaki apresentou uma seqûencia que se passa no início do jogo. A missão: interceptar um grupo suspeito de participar em um ataque terrorista devastador em Londres.

Depois, tive a chance de falar com Taylor. “Desde o início, sabíamos o tipo de jogo que queríamos fazer, o tipo que história que queríamos contar. Olhamos as palavras Modern Warfare. O que isso quer dizer hoje em dia? Como isso se pareceria?”

A sequência que vi foi uma infiltração tensa, lenta e furtiva em uma casa de vários andares no norte de Londres. Equipado com visão noturna, o esquadrão subiu as escadas estreitas, silenciosamente emboscando os ocupantes enquanto comiam e conversavam. Depois, tudo ficou fora de controle.

“Ademo que viu hoje não se aprofunda muito nos personagens,” disse Kurosaki. “O personagem principal quer fazer a diferença. Ele quer fazer mais, e sente que não consegue. Assim que ele diz essas palavras, o Captain Price diz, ‘você vem comigo.'”

“Se você [quer andar de bicicleta sem as rodinhas, e ser efetivo],” continua Kurosaki, “…tenha cuidado com o que deseja.”

Se a Infinity Ward deseja criar uma narrativa realista que captura a ambiguidade da guerra, estão no caminho certo. A demo tinha tanto suspense quanto emoção. Kurosaki explicou que a Infinity Ward planeja não pegar leve.

“Deve fazer você pensar. É um assunto bem sensível. Este não é um game pró-guerra… é uma crítica. E expõe o quanto essas coisas são sérias e mortais. Não devemos nada a ninguém, e nada está fora dos limites. Criticamos os superpoderes, como agem nessas regiões de conflito.”

Kurosaki explicou que a inspiração para este Modern Warfare reimaginado veio de uma pesquisa meticulosa com vários consultores, com veteranos da SAS, CIA, e dos Navy Seals. “Fazemos nossa pesquisa já que queremos fazer isso tudo corretamente,” diz Kurosaki. “Percebemos a importância, o respeito e a reverência com a qual este assunto deve ser tratado.”

“Alguns de nossos consultores dizem, ‘já tivemos informações imperfeitas. Estávamos lutando em áreas onde tudo estava borrado, nada de preto ou branco. E mesmo assim esperam que sejamos perfeitos. É o fardo que carregamos. E sabemos que devemos ser perfeitos.'”

“Não é só da boca pra fora,” continua Kurosaki. “E é direto da fonte.”

“Mas também não é impiedoso. Há momentos de levidade e camaradagem… tem coração, personagens que vai gostar, e torcer por eles. Coloca você no lugar dessas pessoas.”

Call of Duty: Modern Warfare chega para PS4 em 25 de outubro.

Please enter your date of birth.