12 Coisas que Notamos Jogando SoulCalibur VI no PS4

0 0
12 Coisas que Notamos Jogando SoulCalibur VI no PS4

Entre mecânicas básicas de combate e diálogo afiado, aqui está o que descobrimos quando jogamos um pouco de uma versão beta do jogo de luta da Namco Bandai

Os guerreiros de SoulCalibur VI estão se juntando rapidamente. No anúncio do ano passado, eram apenas os veteranos da série Mitsurugi e Sophitia, logo se juntaram a eles Kilk, Xianghua, Nightmare e o novo lutador Grøh. No final da semana passada, mais rostos conhecidos foram revelados com Ivy e Zasalamel retornando ao palco da história.

Estes últimos dois infelizmente não eram parte da versão que pude testar esta semana. Mas consegui passar várias horas colocando o resto dos guerreiros anunciados na arena e vendo as novas mecânicas do jogo.

Aqui estão 12 observações minhas após uma tarde com o mais novo título da franquia.

1. O diálogo está bem afiado

Soul Calibur nunca foi um jogo que se preocupou demais com o realismo, mas VI favorece – de propósito ou não – um diálogo incrível que possui o espírito dos filmes de ação dos anos 80.

O novato Grøh logo se tornou um dos meus preferidos. Sua provocação (chute + bloqueio) vai de um sussurro para um rugido: “Eu tenho… A RESPOSTA”. Ele também fala antes da luta, quando acha que vai ganhar fácil (“Tente resistir seu destino inevitável”) e durante a luta quando está com raiva de seu oponente por ser fraco (“amaldiçoo sua fraqueza”).

Até o narrador das batalhas não resiste. Veja sua introdução quando a luta se passa na fase coberta de neve por exemplo: “Basta um golpe para cortar o ar congelado no meio”.

2. Reversal Edge é um jogo arriscado de pedra, papel e tesoura que pode favorecer ambos os lados

Soul Calibur

Qualquer lutador pode, durante qualquer momento da partida usar um Reversal Edge, um ataque arriscado estilo QTE. O motivo do risco: o golpe leva alguns segundos para carregar, precisa conectar para ser iniciado e pode ser bloqueado. E mesmo que consiga tudo isso, o golpe não vai necessariamente favorecer quem o iniciou.

Conecte o golpe e uma cena interrompe a luta: ambos os lutadores terão um segundo para pressionar um botão, um ataque ou esquiva. O alcance da arma e o ângulo do ataque ambos influenciam a vantagem para um ou outro lutador, dando o acerto para um, ou terminando num empate. .

3. É possível destruir múltiplas partes da armadura do seu oponente

Soul Calibur

Cada personagem possui vários pedaços de armadura (ou roupas) que podem ser destruídos com um combo poderoso chamado de Lethal Hit. O efeito é cosmético, mas permanente. Uma lembrança vergonhosa de uma batalha que não deve ter ido muito bem.

4. Nightmare deveria tirar seu capacete durante as lutas

Soul Calibur

Destruir o capacete de Nightmare com um Lethal Hit revela um rosto perfeito e conhecido: Siegfried, com cabelos longos. Confirmação que mais uma vez o veterano da franquia é o hospedeiro da Soul Edge, e que não deveria nunca usar o capacete, já que tem um visual bem impressionante. Tomara que façam disso um visual alternativo.

5. Os visuais alternativos valem a perda da aparência clássica

Os visuais alternativos são mudanças de cores que – ao meu ver – funcionam bem melhor que as cores padrão. Grøh ganha uma roupa toda branca com uma manopla dourada e rosa, Nightmare recebe uma armadura azul com um brilho da mesma cor saindo de seus olhos.

6. Onde na linha do tempo SoulCalibur VI se encaixa: a teoria da Barba

SoulCalibur VI

Conforme a série Soul Calibur continuou, o samurai espadachim Mitsurugi foi ficando mais velho, e sua barba aumentando. Em SCVI, a barba se foi, e o nosso lutador preferido está com cara de bebê. Será que SCVI volta no tempo, ou será que ele arrumou um barbeiro mágico que o fez rejuvenescer quando tirou sua barba?

7. O histórico dos lutadores está incluído nas lutas em SCVI

Soul Calibur

Se arremessar Kilik jogando como Xianghua, e ela pede desculpas quando o agarra. Lute contra Nightmare como Kilik, e o mestre do cajado aperta o próprio coração de dor antes da luta começar, já sendo afetado pelo poder da Soul Edge. Pequenos detalhes como esse ajudam a estabelecer as conexões entre os guerreiros.

8. Você receberá um buff de Soul Charge se estiver perdendo a luta

Soul Calibur

Perdeu dois rounds seguidos? O jogo irá automaticamente encher um dos dois níveis da sua barra Soul Charge (que fica perto do timer da partida no meio da tela). Este auto-buff é para te dar uma chance melhor. Soul Charge é importante ao andar da partida, já que permite ativar o modo Fury (para trás com R2, que irá melhorar brevemente seus ataques normais) ou desferir o Critical Edge de cada personagem.

9. As fases possuem layouts diferentes

A tela de Stage Select oferece uma vista de cima da fase selecionada. Se as duas fases disponíveis na versão que joguei forem uma indicação, pode esperar layouts bem diferentes que podem oferecer vantagens estratégicas.

10. A câmera de replay pode ser controlada

Soul Calibur

O vencedor da partida poderá controlar a câmera de replay, que permite acesso à arena inteira ou deixa você pressionar um botão para focar em um lutador específico.

11. Grøh oferece gratificação instantânea quando você joga com ele

É fácil conseguir combos bem impressionantes com o novo lutador de SCVI logo de cara. Sua arma são duas espadas, unidas no punho, que podem ser separadas para desferir golpes individualmente durante combos. Ele chama atenção logo de cara, assim como Kilik quando foi apresentado no Soul Calibur original, e como o mestre do bastão, seus golpes merecem ser investigados quando o jogo for lançado.

12. Grøh se pronuncia “Gruh”

Agora você sabe.

Please Enter Your Birth Date

This content can be viewed only by people who meet the minimum age requirement.