Batman: Arkham Knight

Feb 02

Feb 02

Contos de Dezoito Anos Explorando a Vida

Uma Retrospectiva de The Sims

Grant Rodiek's Avatar Postado por Producer, The Sims 4

A franquia The Sims completa 18 anos em fevereiro agora, o que quer dizer que já é velha o bastante para dirigir, votar e se alistar no exército. É bastante tempo para um jogo sobre como conseguir um emprego, desmaiar num café por falta de sono, atear fogo nas coisas e levar fora. Então, sobre a vida.

Não vou mentir: trabalhar em The Sims é bizarro. Numa semana típica, podemos debater se os Sims precisam usar o banheiro demais, ou quão rápido o sol deveria desintegrar um vampiro, e se fazer cócegas um no outro é algo normal entre que amigos. Que fique claro, cócegas era algo bem amigável em The Sims 2, e nada amigável em The SIms 3.

Dei uma volta no túnel do tempo para pensar sobre algumas das coisas que me fazem rir e sorrir depois de mais de uma década trabalhando com essas pequenas pessoas digitais.

Demonstrando Romance

A alma de The Sims é vista em suas animações. Os Sims falam Simlish – um idioma falso – mas também agem de maneira tão expressiva a ponto de sabermos o que estão pensando. A nossa equipe de animação é das melhores, e trabalhar com eles tem sido uma das melhores partes do meu emprego a anos.

Em The Sims 3, eu tive bastante oportunidade de demonstrar interações sociais junto com meu colega de trabalho e amigo Nawwaf Barakat. Tínhamos que demonstrar divórcio, brigas de tapas, promoções no emprego, cultivo de plantas e como operar maquinário pesado. Realmente tudo na vida foi representado. O que inclui romance, claro.

Certa vez, tivemos que demonstrar um abraço romântico. Aquele que um casal apaixonado teria num canto de um bar e que faria todos em voltar pensar “sério? não quero ver isso.” Com um sorriso na cara, a artista de animação, câmera em mãos, disse, “Aaaagora!” Ficamos ali, a um palmo de distância um do outro, encarando um ao outro. Levantamos nossos braços devagar, de maneira desengonçada, e colocamos a mão no ombro um do outro. Então viramos bruscamente para lados opostos e colocamos nossas… cabeças juntas. Você entende. Terminamos e perguntamos como foi. O vídeo mostrou dois caras altamente inseguros “se abraçando”, se é que poderia chamar disso, de tal maneira que nunca nenhum par de seres humanos jamais se abraçou. No fim das contas, outra pessoas teve que gravar esta demonstração.

The Sims 18th Anniversary post

A Praga do Porquinho da Índia Infeliz

Já faz um tempo desde que o fundador trabalhou em The Sims, mas seu impacto ainda afeta nossas criações até hoje.

Um exemplo é a praga do porquinho da índia. No The Sims original, você podia ter um porquinho da índia de estimação. Fofo! Entretanto, se ele mordesse o seu Sim, ele poderia contrair uma doença e morrer. Como se isso não bastasse, a doença, como uma gripe violenta, era altamente contagiosa. Nada disso era explicado aos jogadores. Os desenvolvedores apenas incluiram no jogo uma praga que poderia alterar o seu mundo.

Agora sempre que lançamos um hamster, ou furão ou qualquer pequena criatura fofinha, a nossa comunidade entra em pânico. Será este o retorno da praga? Tudo que posso dizer é – talvez.

O DNA de Chester, o Sim

No final do desenvolvimento de The Sims 3, tínhamos que verificar se a nossa genética estava funcionando como deveria. Os Sims podem engravidar e ter filhos, então há uma expectativa razoável que estes irão parecer com seus pais. A programação parecia ok, mas era necessário verificar manualmente através de tentativa e erro.

Então, colocamos nosso produtor júnior nesta tarefa. Feliz em poder trabalhar em parte da jogabilidade – seu trabalho até então tinha sido revisão dos textos localizados – ele criou Chester, o Sim mostrado abaixo.

The Sims 18th Anniversary post

Quando você cria um Sim típico, não é fácil notar seus traços em seus filhos. Por isso, nosso produtor deu ao Chester cabelos vermelhos, um mullet, um bigode, um corpo bem magrinho, e um nariz enorme. Então, começou seu trabalho. E por trabalho, quero dizer que ele teve que fazer amizade com todas as mulheres solteiras da cidade, conquistá-las e então passar a noite com elas.

Não demorou até que a cidade estivesse cheia de crianças ruivas esquisitas. Nem todas claro. Por sorte, algumas puxavam para a mãe. Mas era possível ver traços de Chester por todo lado. Constatamos que a genética estava funcionando bem e que nosso emprego era realmente bizarro.

Estão Todos Grávidos!

A gravidez sempre fez parte de The Sims. mas durante o desenvolvimento de The Sims 4, por um tempo nós esquecemos de dizer para o jogo que apenas as mulheres podem engravidar, e todos estavam tendo filhos – independente de escolher as opções de customização de sexo ou não (ops!). Abaixo podem ver um marido e esposa, ambos tendo um parto.

The Sims 18th Anniversary post

E isso não é tudo. Novo no The Sims 4 é a opção das mães poderem amamentar seus filhos. Mas, assim como no caso da gravidez, esquecemos de contas para o jogo que apenas mães podem amamentar. Mega ops. Imagina a nossa cara da primeira vez que vimos um pai pegar o filho e alimentá-lo!

Ok, então consertamos essas duas coisas. Tudo certo agora né? Nada. Então descobrimos que qualquer mulher poderia amamentar qualquer bebê. Dissemos para o jogo que homens não podiam, mas isso não evitava a sua vizinha de entrar na sua casa, dizer oi, e então passar a amamentar o seu filho. Ops, ops, ops.
Então criamos a regra “apenas a mãe da criança”, e a implementamos.

Fazendo Demais

Uma das inovações técnicas de The Sims 4 é algo que chamamos de “multi-tasking.” Em jogos passados, os Sims podiam fazer uma coisa de cada vez. Por exemplo, podiam apenas ver TV, mas agora podem ver TV, comer E conversar.

Como tudo nesse jogo de estilo aberto, encontramos muitas aplicações inesperadas para isso! Passamos bastante tempo alterando ou proibindo certas combinações esquisitas.
Não, os Sims não devem jantar enquanto estão sentados no vaso sanitário.
Não, os Sims não devem ler no chuveiro.

Não, os Sims não devem tocar violão enquanto estão no banheiro.

Com sorte resolvemos todos esses problemas… mas não queria fugir do assunto!

Trabalhar em The Sims tem sido algo maravilhoso, estranho e com muita alegria. Amamos nossos fãs, sua paixão, criatividade e apoio. Somos muito gratos por nos deixarem manter esse emprego por dezoito anos, e esperamos poder continuar por mais dezoito. Feliz Sims!

Os comentários estão encerrados. Os comentários são desabilitados para posts com mais de 30 dias.

PlayStation Blog