As Sessões de PS VR: Rez Infinite

1 0
As Sessões de PS VR: Rez Infinite

A equipe do PlayStation.Blog mal pode esperar para chegar o dia 13 de outubro! Com o lançamento do PlayStation VR na América do Norte, estamos prestes a testemunhar uma nova era de jogos – e agora os jogadores poderão fazer parte dos mundos criados com tanto amor pelos desenvolvedores. E para que possamos nos preparar para esse incrível novo capítulo na história de PlayStation, estamos a postos com o nosso headset e já testando os títulos que vão chegar ao PlayStation VR.

Esta semana nós testamos Rez Infinite: a mais nova versão da experiência audiovisual inovadora de Tetsuya Mizuguchi e um dos argumentos mais convincentes para se jogar em VR. Rez Infinite chega junto com o PlayStation VR em 13 de outubro — em menos de um mês!

Rez Infinite é, inegavelmente, a versão definitiva do clássico rítmico de Tetsuya Mizuguchi. Rez sempre foi o perfeito casamento entre música e efeitos visuais, e estar completamente imerso nesse mundo é uma experiência inesquecível. Joguei Rez Infinite duas vezes, e em ambas as vezes eu fiquei extremamente impressionado assim que acessei o modo VR do jogo e vi suas paredes de wireframe encherem o meu campo de visão. Pergunte ao Ryan e ao Sid – caminhando pela Área 3 durante o meu teste, eu não podia deixar de mexer os dedos dos pés e balançar minha cabeça enquanto entrava no estado de transe no qual Rez acaba colocando o jogador. Imperdível.
–Justin Massongill

Jogar Rez Infinite em VR é mais do que especial. Tirar o seu headset e ver o jogo rodando em uma tela 2D faz os visuais deslumbrantes e o som hipnótico de repente ficarem mais raso sem a realidade virtual. O PlayStation VR tem a capacidade de aprofundar até mesmo os games mais clássicos, mergulhando o jogador em um novo mundo e de uma maneira totalmente única. Rez acaba se tornando algo mais do que uma harmonia entre imagem e som — é um mundo no qual você pode existir.
–Ryan Clements

Rez é tanto uma experiência sensorial quanto um jogo tradicional, por isso é perfeito para o PS VR. Combinando elementos dos gêneros de ação rítmica e tiro, Rez é uma experiência de velocidade. E tudo nessa experiência vai chamar a sua atenção: o estilo de arte cyberpunk e a batida techno fizeram meu coração disparar.
–Sid Shuman

Os comentários estão fechados.

1 Comentário

  • Gostaria de uma analise comparativa de vocês entre a experiencia VR do PS4 e do Samsung Gear VR (ou outros VR do mercado). As diferenças mais obvias, como controles e poder de processamento são fáceis de notar, porém a sensação de ambientação é passível de comparação? Títulos da Samsung como Anshar 2, Gunjack ou End Space são bastante interessantes, mas o quão distante eles estariam de algo similar no PS4? Aplicativos como o Netflix, videos Youtube 360 e fotos 360, Google Maps, Mapas Estelares… teremos coisas assim também no VR? Essas curiosidades com certeza iriam pesar bastante na minha decisão de quando comprar o VR… Obrigado!

Por favor, informe a sua data de nascimento.