As versões de Resident Evil 7, Resident Evil 2 e Resident Evil 3 para PS5 serão lançadas hoje

3 0
As versões de Resident Evil 7, Resident Evil 2 e Resident Evil 3 para PS5 serão lançadas hoje

Mergulhe no terror de sobrevivência com áudio em 3D e com o controle sem fio DualSense, além de visuais com a tecnologia de traçado de raio.

Olá, eu sou Kanda Tsuyoshi da Capcom, produtor de Resident Evil. Em 1996, o gênero terror de sobrevivência foi introduzido com o lançamento do primeiro Resident Evil para PlayStation, e a série trouxe arrepios e emoções para todas as gerações de consoles desde então.

No início deste ano, anunciamos que Resident Evil 7 biohazard (2017), Resident Evil 2 (2019) e Resident Evil 3 (2020) estariam chegando ao PlayStation 5, e quem já havia comprado as versões para PlayStation 4 desses jogos poderiam fazer atualizações sem custo adicional com a opção de atualização de PS4 para PS5 digital. Estou feliz em anunciar que as versões para PS5 de todos os três títulos estarão disponíveis na PlayStation Store a partir de hoje.

Essas atualizações incluem recursos como visuais com a tecnologia de traçado de raio, áudio em 3D e suporte a controle sem fio DualSense que oferecerão níveis mais profundos de imersão, e estamos muito animados para você possa experimentar. Neste blog, falarei sobre algumas das coisas que tornaram esses jogos tão especiais.

Uma nova perspectiva sobre o medo

Em seu lançamento em 2017, o Resident Evil 7 biohazard agitou completamente o pote de risco biológico, focamos no aspecto do medo, pois a jogabilidade acelerada e a perspectiva em terceira pessoa dos jogos modernos de Resident Evil foram transformadas em um jogo de ritmo mais lento, experiência em primeira pessoa cheia de pavor que essencialmente coloca você no lugar do personagem principal, Ethan Winters, enquanto ele explora os cantos e recantos escuros da propriedade dos Baker.

Nosso objetivo ao reimaginar a jogabilidade de Resident Evil para este título era focar no medo do desconhecido – assim como quando os jogadores colocaram as mãos no primeiro jogo há tantos anos e não tinham ideia do que esperar, esse novo cenário, personagem e a perspectiva em primeira pessoa criou um campo completamente desconhecido e um tipo verdadeiramente novo de horror. Dito isso, também nos certificamos de que parecesse um jogo real de Resident Evil de várias maneiras, preservando o elemento crítico de terror de sobrevivência ao escapar de situações terríveis, desde a casa dos Baker tipo “mansão” até aquelas ervas familiares.

Este jogo também marcou a estreia da então nova RE Engine interna, o que significava que poderíamos levar a qualidade audiovisual do jogo a um nível totalmente novo no PlayStation 4, com técnicas de fotogrametria usadas para trazer digitalizações de alta resolução de modelos do mundo real, texturas e superfícies no jogo. Agora, com visuais aprimorados e o poder do PlayStation 5, você pode experimentar o terror novamente!

Uma lenda do terror renascida

À medida que o desenvolvimento da RE Engine se aproximava, permitindo níveis mais altos de representação visual, a equipe de desenvolvimento sentiu que era a hora certa de finalmente revisitar títulos clássicos de RE. Os fãs fizeram inúmeros pedidos para que refizéssemos os títulos, trazendo-os para a era moderna. O primeiro título que escolhemos foi Resident Evil 2.

Como fãs do lendário jogo original, queríamos abordar este remake com o maior cuidado e respeito, não apenas pelo trabalho da equipe de desenvolvimento original, mas pelo que o jogo passou a significar para os jogadores. Era difícil e, às vezes, contraditório equilibrar ao trazer novas ideias que modernizassem o jogo, mantendo-o fiel ao original, mas com o poder da RE Engine e do PlayStation, os fãs puderam entrar no Departamento de Polícia de Raccoon mais uma vez como Leon e Claire.

Enquanto todos os aspectos do visual do jogo foram renovados para criar uma atmosfera que superou as memórias dos fãs, tornando os corredores escuros e abandonados da delegacia mais tenebrosos do que nunca, os zumbis em particular foram algo que focamos em tornar terrivelmente realista. O sangue brilhante e úmido de uma mordida de zumbi nunca pareceu tão convincente!

O retorno de um velho Nemesis

Após o remake de Resident Evil 2, partimos para revisitar o próximo capítulo da série, que mais uma vez viu Raccoon City enfrentar um desastre. Em Resident Evil 3 (2020), os jogadores experimentaram Jill Valentine fazendo sua última fuga de uma cidade condenada, brilhantemente reimaginada pela RE Engine – mas com medo constante durante o jogo, não há muito tempo para passear!

Quando se trata de Resident Evil 3, temos que falar sobre o icônico Nemesis. A equipe foi capaz de desenvolver nosso trabalho com base no Tyrant, “a última arma biológica” de Resident Evil 2 para dar vida ao personagem Nemesis. Combinando toda a nossa experiência usando captura de movimento e fotogrametria para Resident Evil 7 biohazard e Resident Evil 2, esta nova versão de Nemesis pode ser um dos inimigos mais aterrorizantes da série e, de fato, da história dos videogames.

Conclusão

Se você já tem a versão para PlayStation 4 em atualização ou está experimentando esses jogos pela primeira vez no PlayStation 5, tenho certeza de que aproveitará cada minuto desses clássicos modernos de terror! Acompanhe nossas contas oficiais de Resident Evil no Twitter, Facebook e Instagram para ver essas e mais notícias sobre essas atualizações de Resident Evil! Agradecemos a leitura!

Participe da Conversa

Adicionar Comentário

Mas não seja mala!

Please be kind, considerate, and constructive.

3 Comentários

Deixe uma resposta

Por favor, informe a sua data de nascimento.