Domine novas habilidades em Horizon Forbidden West

1 0
Domine novas habilidades em Horizon Forbidden West

A Guerrilla conta tudo sobre as formas de explorar e sobreviver à disposição da Aloy no segundo blog dos desenvolvedores.

O mundo aberto de Horizon Zero Dawn é um playground para os jogadores. Galope pelos ermos no seu Aríete de confiança para contemplar os ricos ambientes e povoados vibrantes. Liberte o caçador que existe em você e se esgueire por acampamentos de bandidos para eliminar inimigos silenciosamente e desativar os chamados de reforços. Ou escale as montanhas mais altas para contemplar belíssimas paisagens e segredos do Velho Mundo… 

Horizon Forbidden West, a continuação da empolgante aventura da Aloy, foi desenvolvido com os mesmos princípios da liberdade dos jogadores. Na verdade, a equipe da Guerrilla se dedicou a oferecer ainda mais formas de explorar e experimentar o mundo.


Alerta de Spoilers: Este artigo contém spoilers sobre Horizon Zero Dawn e seu enredo.


Viaje pelo Oeste Proibido

No trailer de jogabilidade, mostramos a Aloy usando uma variedade de ferramentas novas no Oeste Proibido. “No intuito de expandir a fundação estabelecida por Horizon Zero Dawn, adicionamos várias formas de percorrer o mundo”, explica David McMullen, Chefe de Design de Sistemas na Guerrilla. “Aloy pode escalar livremente por seções imensas de terreno rochoso. Agora, ainda mais máquinas servem como montarias; suportes de gancho são encontrados por todo o ambiente, permitindo deslocamento vertical mais ágil; nadar debaixo d’água introduziu um novo aspecto da exploração; e o Planador oferece a melhor vista do belo mundo de Horizon Forbidden West, sem falar num atalho rápido para descer de grandes altitudes!”

Capturado em um PS5

Antes de mergulharmos nas novas mecânicas, David vai compartilhar alguns aspectos do processo de desenvolvimento, os desafios envolvidos e por que a equipe decidiu aumentar a liberdade do jogador na aventura da Aloy. 

“Nossas decisões de design de deslocamento sempre buscaram aumentar a interatividade dinâmica com o mundo ao redor. Então pensamos em dar ao jogador o poder de manipular e destruir o ambiente com uma ferramenta como o Lança-gancho, ou se lançar ao ar com o gancho e o Planador e dar sequência num Ataque Aéreo. O mais empolgante é como as nossas mecânicas, novas e antigas, interagem numa sinergia para oferecer abordagens variadas e dinâmicas em qualquer cenário.” 

“Essa vasta oferta de novas opções também criou desafios para o nosso processo de design de mapas. Queremos permitir que os jogadores sejam mais espertos que a gente, usando novas manobras ou ferramentas para superar alguns dos nossos desafios de formas inteligentes e imprevisíveis. Quebra-cabeças de deslocamento nem sempre têm uma solução binária. Por isso, encorajamos jogadores a experimentarem e se divertirem com as novas ferramentas. Ofereceremos uma variedade de desafios, independentemente de estilo de jogo, habilidade ou experiência prévia com Horizon Zero Dawn.”

E, é claro, os novos recursos do hardware do PlayStation 5 apresentaram outro desafio empolgante. Ainda que Horizon Forbidden West seja desenvolvido e distribuído para PS4 e PS5, teremos alguns destaques para quem jogar no console mais novo.

“O controle sem fio DualSense tem um papel em todas as nossas mecânicas”, afirma David. “Do arrastar dos destroços quando você empurra um caixote à sensação do cabo desenrolando ao usar o Lança-gancho — com a tensão adaptável crescente do gatilho ao puxar! Também adicionamos dimensões tácteis para aumentar tanto o valor da jogabilidade quanto a sensação de participar do mundo que a Aloy percorre. Podem ser tão sutis quanto a sensação de entrar na grama furtiva, ou o estalo do gatilho adaptável ao puxar a corda do arco ao máximo. Inclusive, usamos a ausência de tensão adaptável para ajudar a comunicar quando acabou a munição.”

Exploração Imersiva

Nossa comunidade de Horizon adora descobrir novas áreas e escalar panoramas super altos. Até hoje os jogadores compartilham um monte de imagens, vídeos e memórias das aventuras no jogo! Naturalmente, esse nível de exploração imersiva foi algo que a equipe da Guerrilla levou muito a sério durante o desenvolvimento da continuação, de acordo com David.

“O sistema de escalada livre em Horizon Forbidden West é um recurso incrível que deixou a gente muito empolgado, pois com ele podemos deixar vastas áreas do terreno escaláveis (onde fizer sentido visual e narrativamente) de uma forma que não foi possível em Horizon Zero Dawn. Superfícies rochosas nessas áreas são escaláveis livremente sem o uso de trilhas tribais!”

Capturado em um PS5

“Outra novidade é a mecânica de transposição de salto que permite à Aloy se içar para o topo de qualquer objeto a uma altura da qual é possível pular com espaço para puxar. Combinada com a habilidade de escalada livre e a adição de ganchos ao nosso ambiente, o potencial de exploração aumentou muito.”

Duas outras revelações do trailer de jogabilidade de Horizon Forbidden West que empolgaram muito os fãs — e os Guerrillas — são os já mencionados Lança-gancho e Planador: novas ferramentas ao dispor da Aloy que vão deixá-la mais ágil durante a exploração e as inevitáveis batalhas que ela vai encarar no Oeste.

“O Lança-gancho é um dispositivo mecânico de pulso com duas funções separadas”, conta David. “A primeira função é a mecânica de gancho de escalada que deixa o jogador atravessar o ambiente de forma rápida e fácil, uma opção dinâmica de travessia/fuga na caixa de ferramentas do jogador. Ao usar o gancho, é possível ativar o lançamento — e Aloy será atirada ao ar, onde poderá agarrar uma beirada mais alta, disparar o arco, planar, atacar do alto ou até atirar o gancho em outro suporte.” 

“A segunda função do Lança-gancho é o guincho que deixa o jogador manipular, mover e destruir dinamicamente objetos no ambiente. O que torna possível, por exemplo, puxar um baú de saque escondido numa beirada ou abrir um duto de ventilação para criar uma nova rota de subida.”

“O Planador sempre foi o favorito da equipe, pois oferece não só a forma mais divertida de voltar de uma escalada épica, mas também a mais bonita! É uma ferramenta essencial com tanta verticalidade, pois descer a pé pela mesma trilha é menos interessante do que subir.”

“Esperamos que os jogadores curtam esse nível de liberdade, assim como novas oportunidades de jogabilidade, combate e exploração. O Planador combina bem com muitas outras mecânicas tanto em combate quanto fora, tais como pousar na montaria, tirolesas, a habilidade Ataque Aéreo e muito mais…”

Um território majestoso, porém perigoso

Por mais que toda essa exploração e travessia do mundo soe idílica, o Oeste Proibido também está cheio de perigos, com muitos inimigos desconhecidos e um novo elenco de máquinas para a Aloy enfrentar. É imprescindível ter as armas certas, assim como a munição e as habilidades pertinentes para quando você se deparar com uma base inimiga ou um Tremodonte enfurecido. 

Assim como no deslocamento, foi igualmente importante evoluir o design de combate além de Horizon Zero Dawn e desenvolvê-lo com base nos princípios de liberdade e escolha do jogador num mundo aberto. Com as novas mecânicas de combate, tipos de inimigos e variação de armas (para mencionar só alguns aspectos), os jogadores vão poder avaliar facilmente uma situação perigosa e escolher como entrar num cenário de combate — e então trocar de táticas de luta dinamicamente.

O Chefe de Design de Combate da Guerrilla, Dennis Zopfi, conta como a equipe expandiu as funcionalidades principais em Horizon Forbidden West. “Um dos pontos centrais que influenciaram todas as nossas decisões de combate foi a maior liberdade do jogador, e aplicamos isso a tudo: combate corpo a corpo, armas, trajes, habilidades e outras mecânicas novas. Queríamos dar aos jogadores mais ferramentas, profundidade e ajustes com que brincar.”

“Um conceito completamente novo em Horizon Forbidden West é a bancada, onde você melhora e reforça armas e trajes. Assim, você vai desbloquear novas vantagens, espaços de modificação, habilidades, e vai ter um grau maior de personalização, resistências e novas formas de agir!”

Outra forma de melhorar a capacidade da Aloy é a árvore de habilidades. “Em Horizon Zero Dawn, as habilidades eram compradas e desbloqueadas ao atingir um nível”, explica Dennis. “Ainda que o princípio continue na continuação, reformulamos a árvore de habilidades completamente com mais caminhos e habilidades; dentro da árvore, as habilidades também têm sinergia com aquelas já presentes em trajes ou que precisem ser desbloqueadas nelas.”

Se você já leu nossa publicação anterior sobre a Aloy, então sabe que o desenvolvimento de personagens envolve múltiplas equipes. A equipe de Combate também tem uma participação vital na evolução dela. 

Dennis concorda, “Sempre começamos com a personagem e como queremos que o jogador a perceba durante a experiência do jogo. No caso de Aloy, isso engloba características como inteligência, agilidade, precisão e inventividade. Nosso papel é traduzir isso tudo em mecânicas de jogo. É claro que, já tendo lançado Horizon Zero Dawn, tínhamos uma base por onde começar. Portanto, para Horizon Forbidden West, pensamos onde essas características podem aparecer com mais força ou o que poderia ser adicionado. Temos as mecânicas de combate direto, como arco e corpo a corpo, mas também as indiretas, como habilidades, trajes, melhorias e técnicas de armas. É um desafio de design bacana fazer todos esses sistemas nos bastidores funcionarem juntos na engine.”

Novas armas e ferramentas

E não foi só a Aloy que evoluiu desde Horizon Zero Dawn. O Oeste Proibido é uma fronteira majestosa, mas perigosa, com muitas ameaças misteriosas que a Aloy poderá encontrar. Isso cria uma meta adicional para Dennis e as equipes, que precisam garantir que ela tenha as armas e ferramentas certas para enfrentar as batalhas.

“Queríamos aproximar o combate corpo a corpo e à distância”, diz Dennis. “Aloy não é uma personagem de força bruta, então procuramos maneiras de fazer o jogador alternar entre corpo a corpo e à distância para dar à Aloy a oportunidade de conquistar uma grande vitória com suas habilidades de arquearia. Um exemplo de uma habilidade dessas é a Explosão de Ressonador, em que você carrega a lança de energia com golpes corpo a corpo e, quando totalmente carregada, a energia pode ser transferida para inimigos (humanos ou máquinas) e, seguida de um projétil, resulta numa grande explosão!”

“Também temos o Impulso de Bravura: 12 no total, cada um deles representa e reforça uma abordagem específica do jogo. Você desbloqueia e melhora o Impulso de Bravura pela árvore de habilidades com pontos de habilidade. Cada Impulso de Bravura tem três níveis. Quanto maior o nível, mais tempo leva para carregar, mas mais poderoso fica o ataque.”

“O nível aparece na barra roxa exibida no trailer de jogabilidade. Você vai receber mais Bravura — carregando a barra — com ações hábeis, como acertar pontos fracos ou remover componentes. No vídeo, vimos a Aloy executar a Explosão Radial contra o guerreiro Tenakth grandão.”

“Também é importante recompensar jogadores que optam pelo corpo a corpo, pois é perigoso ficar perto dos inimigos, principalmente das máquinas! Quem apostar na habilidade e ousadia vai fazer um belo estrago com esses recursos — é só tomar cuidado!”

Além desses confrontos, há mais um nível de habilidade de combate necessário agora que algumas facções inimigas montam nas máquinas. É importante ficar de olho tanto na montaria inimiga quanto no cavaleiro, de acordo com Dennis.

“Em Horizon Zero Dawn, confrontos com máquinas e humanos eram muito separados, eles nunca agiam em grupo contra a Aloy. O mundo mudou em Horizon Forbidden West com mais perigos, mais facções inimigas e mais máquinas. Agora todos podem lutar em grupos, um grande desafio à nossa heroína e aos jogadores.”

“Quanto ao combate montado, o jogador vai precisar se adaptar e decidir quem derrotar primeiro e qual a forma mais eficaz. Inimigos humanos têm armas, ataques e habilidades diferente das máquinas, então os dois se complementam, aumentando o perigo!”

No trailer de jogabilidade, Aloy conta com várias armas novas. Armas como o Arco de Caçador, o Arco de Precisão e o Estilingue Explosivo vão estar presentes, é claro, mas temos novidades de sobra para os jogadores experimentarem.

“Nosso objetivo em Horizon Forbidden West foi dar uma personalidade mais forte a cada arma, que também é expressada na forma de uso delas”, conta Dennis com um sorriso. “Cada arma tem pontos fortes e fracos em termos das situações ideais de uso.”

“Por exemplo, o Lança-dardo é uma arma nova de dano elevado que facilita acertar alvos maiores se usado no momento certo. Quanto ao dano elemental, como fogo ou adesivo, uma boa opção é o Estilingue Explosivo, e assim por diante. Cada arma dispõe de vantagens, tipos de munição e espaços de bobina de arma diferentes que permitem uma personalização ainda maior. No entanto, algumas armas precisam de melhorias para serem modificadas.”

Mais liberdade e jogabilidade dinâmica

Como David e Dennis demonstraram, aumentar as opções e a liberdade do jogador estava na essência do ciclo de desenvolvimento de Horizon Forbidden West:

“Tem várias outras adições sutis, mas impactantes, que deixam a jogabilidade mais dinâmica”, resume David. “Alguns exemplos: a Aloy agora pula em paredes, pula para longe da superfície de escalada, salta alto e muito mais. Por mais que pareçam ser coisas pequenas, quando combinadas, elas possibilitam desafios ambientais mais interessantes e mais opções para os jogadores.”

Dennis confirma, “Nos dedicamos muito para dar mais profundidade ao mundo e mais opções aos jogadores. Mal esperamos para ver como as pessoas vão assumir o papel da Aloy com tantas possibilidades novas de habilidades, armas e equipamentos a serem obtidos no misterioso Oeste Proibido. Foi muito divertido criar combinações bacanas e poderosas para os jogadores descobrirem, e esperamos que as pessoas gostem do jogo quando for lançado!”

Para mais informações sobre Horizon Forbidden West, visite este link. Nos vemos em breve no nosso próximo blog de desenvolvimento!

Os comentários estão fechados.

1 Comentário

Por favor, informe a sua data de nascimento.