Resident Evil Village: Conheça as três filhas da Lady Dimitrescu

6 0
Resident Evil Village: Conheça as três filhas da Lady Dimitrescu

A inspiração e o “belo terror” que levou a criação do trio de femme fatales, Bela, Cassandra, e Daniela.

Quando Alcina Dimitrescu (também conhecida como a “Vampira Altona”) foi apresentada ao mundo na primeira Resident Evil Showcase, muitas pessoas se apaixonaram pela femme fatale de quase três metros de altura, levando a empolgação por Resident Evil Village a novas alturas (não pude resistir). Entretanto, ela não é a única residente do Castelo Dimitrescu. Não sabemos muito sobre o trio de filhas da Alcina que também moram no castelo, então achamos que já era hora colocar Bela, Cassandra e Daniela nos holofotes (mas não muito, elas preferem ficar no escuro mesmo).

Para descobrir mais, pedimos ao Diretor de Resident Evil Village, Morimasa Sato, e ao Diretor de Arte Tomonori Takano para falar sobre o design dessas três personagens, incluindo o que inspirou sua criação, a arte conceitual inicial, e sua obsessão por “sangue de homem”, sem falar no destino daqueles que entram – mas nunca saem – do sinistro Castelo Dimitrescu.

A Lady Dimitrescu chamou bastante atenção no caminho até o lançamento do jogo. Qual foi a reação da equipe à opinião e suporte dos fãs?

Sato: Ela nasceu do desejo de criar uma personagem com muito carisma, mas realmente não antecipamos a reação positiva que teve. A equipe de desenvolvimento ficou realmente surpresa com a reação de todos. 

O guarda-roupa de Lady D é inspirado no estilo dos anos 60. Como você descreveria o estilo de suas filhas? 

Takano: Suas roupas e calçados também fazem referência aos anos 60. Entretanto, quando criamos a família toda, quisemos ter certeza que a matriarca Dimitrescu fosse o destaque. Então, vestimos suas filhas com roupas pretas mais comuns, parecidas com o que algumas pessoas imaginam que bruxas tradicionais vestem. Se prestar atenção em seus vestidos, pode ver que são decorados com as flores do emblema da família Dimitrescu.

Houve um motivo especial para terem decidido usar três filhas?

Sato: O nosso tema central, que usamos para criar cada local da vila. Para o castelo, o tema foi o do “terror belo”. Então tivemos a ideia de ter mais de uma filha apresentada, todas com expressões de completa loucura. Daí em diante, criamos o cenário que habitava partes diferentes do castelo. Após múltiplas simulações para determinar quantas vezes Ethna as encontraria, concluímos que ter três seria a melhor opção para o jogo, e então Bela, Cassandra e Daniela foram criadas.

Como a história de cada filha foi criada?

Sato: O tema geral que tentamos criar foi o de uma antagonista feminina bela, e ao mesmo tempo terrível, e como isso poderia ser apresentado. Foi a ideia geral que tentamos seguir. Também quisemos que o jogador pudesse diferenciar facilmente qual delas estava perseguindo Ethan a cada momento, por isso variamos ainda mais a aparência e personalidade delas.

Qual das filhas é um perigo maior à sobrevivência de Ethan?

Sato: Todas as filhas são igualmente perigosas. A personalidade de cada uma transmite um tipo diferente de terror e perigo. Fizemos cada uma ter sua mistura própria de beleza e terror, então cabe a cada jogador decidir qual delas ele considera a mais perigosa.

Alguma das filhas têm inveja das irmãs?

Sato: Todas as filhas admiram muito sua mãe, Alcina Dimitrescu, e a amam incondicionalmente, então, de certa forma, pode dizer que as brigas constantes entre elas é para saber quem é mais digna do amor de sua mãe. 

Qual aspecto das filhas mais se encaixa com o universo Resident Evil?

Sato: Apresentam o terror psicológico com personalidades maníacas, e também o terror físico com seus corpos sobrenaturais, compostos por vários insetos unificados. Acho que um antagonista deve ter ambos esses fatores de terror, para poder ser um bom vilão no universo de Resident Evil.

Porque as filhas apresentam o aspecto perfeito do terror de sobrevivência de Resident Evil Village?

Sato: Já que são compostas de vários insetos, ataques normais não funcionam nelas. Isso força o jogador a usar estratégias para lidar com elas. Esse elemento estratégico do combate, junto com o desespero para sobreviver, é o motivo pelo qual acredito serem perfeitas para o mundo de Resident Evil Village.

As filhas se parecem um pouco com vampiros clássicos do terror gótico. Como foi lidar com essa linha tênue entre o terror gótico e o moderno? 

Sato: Você verá que muitos dos inimigos que aparecem em Resident Evil Village são inspirados por figuras do terror gótico ou clássico. Entretanto, para se encaixarem no universo de Resident Evil, é importante que as filhas sejam “seres vivos”. Não importa o quão sobrenatural uma coisa seja, sempre há alguma explicação científica para o que está acontecendo. Essa maneira de pensar não se encontra apenas em Resident Evil Village, mas na franquia como um todo, e foi algo que mencionamos no jogo. Enquanto construíamos a narrativa e o escopo do game como um todo, foi um aspecto que sempre lembramos. 

Os conceitos iniciais das filhas eram muito diferentes de como aparecem no jogo finalizado?

Takano: Como usamos vampiros como o tema principal inicialmente, o jogo possuía inimigos que se tornavam mais fortes bebendo sangue. Também havia o conceito das filhas se mumificarem, se passassem muito tempo sem sangue. O conceito era bom, mas ao mesmo tempo, havia um toque meio cômico, então no fim foi cortado.

Então, tivemos a ideia de terem asas saindo de suas cabeças para voarem. É a base de alguns dos inimigos que você poderá encontrar no jogo. Mas recebemos ordens para garantir que as filhas parecessem mais como “chefes” do jogo. Por isso, este conceito também foi descartado para terem uma diferenciação maior dos inimigos normais.

 

Um dos primeiros conceitos das filhas que permaneceu até o fim é que não poderiam ser derrotadas com armas normais, então no fim imaginamos o conceito dos enxames de insetos. 

Que mistura de emoções você deseja que as filhas evoquem nos jogadores quando as encontrar? 

Sato: Quero que os jogadores pensem “Espero que elas não apareçam”, enquanto investigam o castelo. Além disso, espero que tenham emoções conflitantes. Se algum jogador pensar, “Elas são fortes e assustadoras… mas também são belas,” aí fico satisfeito com o nosso trabalho.

Você pode compartilhar alguma informação específica sobre a arte conceitual ou de desenvolvimento das filhas? 

Takano: Testamos muitas coisas diferentes durante a fase inicial de desenvolvimento. A certo ponto, elas tinham tesouras gigantes. Outro design dava a elas línguas gigantes para sugar sangue. Em outro, usavam chicotes. 

Também houve uma época em que não eram três, e sim dezenas e dezenas de irmãs por todo o castelo, todas prontas para beber o sangue de Ethan. Mas após a fase de teste inicial do ritmo do jogo, a família Dimitrescu virou apenas Alcina Dimitrescu e suas três filhas. Curiosidade: a família Dimitrescu se alimenta apenas de sangue masculino para sobreviver, os pobres coitados que viraram suas vítimas podem ser encontrados crucificados do lado de fora do Castelo Dimitrescu.


Queremos agradecer muito ao Mr. Sato e Mr. Takano pelo seu tempo e pelo maravilhoso insight ao mundo de Resident Evil Village! Se você deseja conhecer a família Dimitrescu melhor, faça uma visita ao Castelo Dimitrescu! Resident Evil Village chega amanhã para PlayStation 5 e PlayStation 4! 

Os comentários estão fechados.

6 Comentários

  • Que jogo épico parabéns capcom 25anos de jornada ❤💪😔

  • Como e bom fazer parte dessa conquista

  • frankmarques13

    Excelente história, parabéns Capcom,e aos amantes de Resident Evil

  • Kirito_kun_JP

    Sony devia ter vergonha de anunciar um aumento tão imortal no preço da PsPlus, vivemos um país onde muita gente não tem o que comer, e ela ainda se aproveita de nós, já não basta a política de preços absurdos em jogos ? Vocês são uma vergonha Sony !

  • Ótimo jogo, porém não senti muito medo como esperado…

Por favor, informe a sua data de nascimento.