Criando o Tema de Sackboy: Uma Grande Aventura

0 0
Criando o Tema de Sackboy: Uma Grande Aventura

Detalhes sobre a criação do tema do Sackboy, além das fases cheias de música e alegria deste colorido jogo de plataformas.

Saudações, aventureiros e futuros Knitted Knights! Sou Joe Thwaites, co-compositor e co-líder de áudio de Sackboy: Uma Grande Aventura, e estou aqui com o nosso supervisor musical, James Marshall. Estamos muito felizes em ver Sackboy indicado por sua música no BAFTA Games Award, e agora que o game já passou um tempo nas mãos de fãs novos e antigos, com sorte já tiveram a chance de ouvir toda a música que incluímos. É a maior coleção musical que já reunimos para um título de Sackboy até hoje. A mistura de faixas licenciadas e compostas por uma seleção bem variada de artistas e compositores nos apresentou um desafio único. Como usar todos esses gêneros e estilos musicais juntos para criar um som familiar para Sackboy? A resposta: Sackboy precisava de um tema musical!

Criando o Tema de Sackboy: Uma Grande Aventura

Um Herói e um Amigo

Sackboy é o coração do game, e queríamos realmente destacar seu charme e humor característico com música que fosse memorável, nova, e ao mesmo tempo um pouco nostálgica para os fãs de longa data. Foi uma tarefa difícil, já que se trata de um personagem tão icônico e com tanta história e horas de música excelente já associadas à franquia, de The Gardens até The Go! Team. A franquia possui uma das coleções musicais mais imprevisíveis de todas, e destilar tudo isso em uma única faixa foi complicado!  

Também queríamos que o tema concedesse ao game um som unificador, que juntaria os elementos da narrativa e do gameplay. Então no início do projeto, Jay Waters e eu colaboramos em um pequeno grupo de melodias que pudessem ser integradas ao game, costuradas juntas para criar o início de uma tapeçaria musical. 

Um Mundo de Som

A primeira versão do tema era uma coleção simples de melodias, inspirada pelas aventuras anteriores de Sackboy, que então mostramos à equipe de compositores. Realmente queríamos que o tema representasse a cornucópia de sons musicais explorados no jogo, então pegamos elementos de cada um dos mundos para criar um festival musical. Criamos uma paleta musical geral para cada um dos mundos, o que também ajudou a inspirar as nossas escolhas de compositores para cuidar de cada mundo. Alguns exemplos incluem:

The Soaring Summit lembra as canções folclóricas e um pouco psicodélicas que os fãs de longa data vão reconhecer. Trabalhamos com George King (também conhecido como Catching Flies) que trouxe um som realmente contemporâneo com suas composições. Devido ao cenário no topo das montanhas, a música deste mundo possui elementos orientais e instrumentalização apropriada ao sub-continente. “Once Upon a Time in the East” foi um ótimo exemplo para a abordagem interativa da música — a faixa se desenvolve não só conforme você explora suas áreas, como também muda, dependendo de quantas chaves você já coletou. Também é uma das primeiras faixas do game que usa o tema de Sackboy, agindo como uma contra-melodia animada. George também criou “Snowballs, Please!, uma faixa energética e agitada com um pouquinho de perigo, graças aos Yetis no caminho de Sackboy. Por último, a abordagem de George em “Move Your Feet” foi um encaixe perfeito para quando você está juntando os Scootles, com percussão indiana, arranhões de disco e uma melodia contagiante. 

The Colossal Canopy possui instrumentalização sul-americana autêntica, além de um toque de música eletrônica, de coral gospel e de instrumentos de sopro. Brian D’Oliveira foi a pessoa perfeita para este mundo, graças ao seu trabalho em games com selvas e templos misteriosos. Brian tem um enorme número de instrumentos à sua disposição, e você pode ouvir todos brilharem em suas faixas. As fases deste mundo se passam ou no topo das árvores ou nas fábricas de banana, com instrumentos mais leves para o primeiro tipo e sintetizadores malucos junto com percussão tribal para o segundo. A sua versão de “Just Can’t Get Enough” do Depeche Mode é descrita como um “tour da América do Sul”, usando vários estilos tradicionais do Brasil, Venezuela e mais.

The Kingdom of Crablantis gira em torno de novas interpretações de estilos mais antigos de música, incluindo jazz, clássico, swing e mais. O design deste mundo submarino revela bastante móveis antigos e objetos valiosos, então revisitar gêneros mais antigos de música pareceu certo. Winifred Phillips, colaboradora de longa data na música da franquia, usou cordas, vocais angélicos e sons borbulhantes para trazer Crablantis à vida, como podemos ouvir em “Waltz of the Bubbles”. Sua interpretação de “Material Girl” é um momento de destaque do game, com a faixa recriada como uma valsa orquestral que poderia ser ouvida em uma sala de concertos em Viena. Trabalhamos com Jim Fowler, que criou uma versão estilo jazz de sapateado Grieg, junto de uma explosão de electro swing, cortesia de Glen Brown, incluindo gravações adicionais do tema de Sackboy com metais para colocar você no ritmo!

The Interstellar Junction é uma história da música eletrônica, do ‘musique concrete’ até o ‘glitch-hop’ contemporâneo e incrível do nosso compositor Opiuo. Sabíamos que queríamos um som eletrônico que fosse dançante, mas também um pouco mais intenso, já que a jornada de Sackboy ficou bem mais perigosa a esse ponto. O fantástico “Stutter Rut” de Opiuo começa tudo, antes de um breve atalho explorando seu remix clássico de Holst’s Planets (afinal, estamos em Marte!). Ambas as faixas respondem ao posicionamento de Sackboy; a batida cresce ou diminui dependendo de onde você está. Por último, Opiuo criou a faixa “Clutch Rocket”, para a qual Joe então compôs um arranjo de cordas. É uma faixa super divertida, com um toque do tema de Vex no início (mostrando que talvez nem tudo seja o que parece) e com pinceladas de uma versão de 8 bits, mantendo tudo divertido apesar do perigo iminente!

Não queremos dar spoilers dos outros mundos – veja se consegue adivinhar suas inspirações musicais!

Conforme os compositores de cada mundo misturavam os temas em seu conteúdo, fazíamos a nossa própria iteração, reincorporando os e instrumentos que usavam de volta em várias melodias. É possível ouvir o coral gospel de Colossal Canopy entrar, se juntar aos sintetizadores durante a ponte, e à mandola do Soaring Summit para fazer a melodia principal crescer, para citar apenas alguns exemplos. 

Encontrando o Tema

Cada padrão musical do tema representa aspectos diferentes do nosso herói durante a trilha sonora. A melodia principal representa a atitude positiva de Sackboy e sua bravura frente ao perigo durante momentos de triunfo, enquanto a ponte serve para mostrar seu desenvolvimento no caminho de se tornar um Knitted Knight exemplar.

Por sorte, trabalhamos com compositores simplesmente incríveis, que pegaram o tema e o integraram em suas faixas de várias maneiras diferentes. Da belíssima faixa do mapa do mundo, por Lena Raine, com a melodia flutuando por todo lado, até o tratamento orquestral bombástico de Nick Foster em algumas cenas, o tema está interligado à fábrica do próprio jogo. 

Tanto que tivemos até o trabalho de criar um pequeno arranjo para cada fase, que toca um padrão musical do tema de Sackboy no tempo, chave e ritmo certo da faixa em que está sendo tocado. Detalhes como esse realmente amarram a trilha sonora com o mundo.

Então vá e jogue, ouça a trilha sonora e veja se consegue perceber onde estão as referências ao tema. Algumas são mais óbvias do que outras… De qualquer jeito, esperamos que o tema de Sackboy seja um estouro de alegria que você possa cantarolar e assobiar conforme corre, salta e atinge a vitória em Craftworld.

Por favor, informe a sua data de nascimento.