PlayStation.Blog BR

Exploramos o mundo de Crash Bandicoot 4: It’s About Time

0 0
Exploramos o mundo de Crash Bandicoot 4: It’s About Time

16 coisas que descobrimos ao jogar a mais nova aventura de Crash.

Mais de dez anos passaram desde o lançamento do último game novo de Crash Bandicoot, e isso é mais do que tempo o bastante para fazer a minha fome de esmagar caixotes voltar. Embora ainda curta volta para as aventuras clássicas e coletar Wumpa Fruits, o gênero de plataformas continuou a evoluir na última década. Estou mais do que pronto para voltar a rodopiar, saltar e explorar, e os criadores do novo game na Toys For Bob melhoraram muito mais do que apenas o visual do nosso amigo marsupial, que já era ótimo. Trata-se de uma continuação com tudo que temos direito.  

Além da nossa sessão com o jogo, muitos detalhes incríveis foram anunciados para Crash 4 durante o episódio da semana passada do State of Play. O adversário icônico de Crash, Dingodile, pisoteia seu caminho até It’s About Time como um personagem jogável, usando um poderosos canhão aspirador para destruir tudo. O modo N. Verted também foi mostrado pela primeira vez, injetando muita rejogabilidade maluca em Crash 4. Encha um mundo pálido de cores, navegue por um congestionamento submarino, e muito mais. Leia a nossa matéria do State of Play sobre Crash 4 para um monte de Wumpa-formações.

Enquanto isso, vista seu shorts jeans, tênis vermelhos gigantes e prepare-se para descobrir como a jogabilidade de Crash Bandicoot 4 continua o legado da série e evolui as plataformas amadas da trilogia original PlayStation e da trilogia remasterizada N. Sane Trilogy.


  1. Plataformas que passaram o teste do tempo – Apesar da evolução do game, a jogabilidade que conquistou os fãs está intacta. Correr, rodopiar, saltar e quicar dos caixotes ainda é parte central do jogo. 
  1. Pulo duplo – A habilidade que salva vidas, pular no meio do ar, retorna.
  1. Bandicoot calibrado – Controlar Crash talvez nunca tenha sido tão bom. Correr pelas fases da uma sensação incrível de impulso, sem sacrificar a precisão das plataformas. 

  1. Levitação – Deve ter sido minha imaginação, mas achei bem mais fácil corrigir os saltos no meio do ar, para aterrissagens mais precisas. 
  1. Precisão das Sombras – A sombra de Crash é um círculo amarelo nítido, o que ajuda a realizar saltos precisos.

  1. Barrigada – Crash pode acessar esta manobra para esmagar os caixotes abaixo dele.
  1. Frutas Magnéticas – Coletar as deliciosas Wumpa Fruits está ainda mais divertido, já que Crash as pega automaticamente quando está perto. 

  1. Quantum Masks – Novidade desta continuação, Crash pode encontrar e usar poderosas máscaras em partes das fases. Ative estes poderes místicos pressionando os botões Triângulo ou R2.
  1. Slow time – One mask (Kupuna-Wa) causes the world and enemies to slow to a crawl for a limited time. Tap into this to slow tricky bad guys, pass erratic hazards, or cross falling platforms.

  1. Phase Control – Another mask lets Crash phase objects in and out of existence. Want to remove an obstacle out of the way, or need a platform to reach new heights? Try phasing!

  1. Correndo até a câmera – As seqûencias clássicas de perseguição estão de volta! Durante uma delas, Crash corre em direção da câmera, com um Tiranossauro faminto o perseguindo. A câmera parece estar mais distante, dando mais tempo para ver e evitar obstáculos. 
  1. Desafio de verdade – Mesmo com suas habilidades de plataformas novas e poderes das Quantum Masks, é melhor estar preparado. A Toys For Bob não brincou com a dificuldade das plataformas. 
  1. Modo Moderno vs. Retrô – Os puristas das antigas podem escolher o Modo Retrô, que o coloca no início de a fase se acabarem suas vidas. O MOdo Moderno ainda é difícil, mas sempre coloca você no checkpoint mais próximo, além de contabilizar suas mortes. 

  1. Fases bônus – Por falar em desafio, as fases bônus com puzzles também retornam. Desta vez, use os poderes das Quantum Masks, como o controle do tempo, para dominar estas áreas difíceis e coletar todos os caixotes. 
  1. Dr. Cortex – Os fãs agora podem jogar como o nêmesis de Crash – sem kart! Sem a agilidade de Crash, o cientista maluco depende de uma corrida horizontal no ar e de sua arma para transformar inimigos em plataformas sólidas ou macias. O resultado é uma experiência de plataformas mais cerebral. 

  1. Nova perspectiva – Jogar como Cortex também revela perspectivas únicas em fases que Crash já terminou. Por exemplo, você pode descobrir que Cortex foi responsável por uma explosão surpreendente em uma fase que você já jogou.  

Crash Bandicoot 4: It’s About Time chega dia 2 de outubro para PS4.

Por favor, informe a sua data de nascimento.