Como a Lizardcube Recriou os Personagens de Streets of Rage 4, Disponível para PS4 em 30 de Abril

5 0
Como a Lizardcube Recriou os Personagens de Streets of Rage 4, Disponível para PS4 em 30 de Abril

O futuro do retrô: recriando os personagens icônicos do Streets of Rage original.

Saudações, PS Blog. Meu nome é Ben Fiquet, e sou o CEO da Lizardcube e o Diretor de Arte de Streets of Rage 4. Foi uma jornada longa, mas finalmente chegamos aqui: Streets of Rage 4 chega para PS4 em uma semana! Todos aqui da Lizardcube, Dotemu e Guard Crush Games estão ansiosos para que vocês joguem e testem o conteúdo e os diversos modos de jogo que criamos para o novo game da série.

Hoje, gostaria de compartilhar algumas informações sobre o novo design de Blaze e Adam, dois dos personagens mais icônicos da série.

São 17 personagens para você escolher em Streets Of Rage 4, 12 deles são retrô, com todo o estilo glorioso de pixel-art, os outros 5 são icônicos heróis desenhados à mão em HD. Blaze Fielding apareceu em todos os jogos da série desde seu início, mas com estilos completamente diferentes de jogo para jogo. Para nós, era óbvio que ela teria que estar em Streets of Rage 4, mas nosso desafio foi como adaptar seus gráficos para os jogadores de 2020?

Decidi começar pelo que os fãs mais se lembram, que são os sprites originais da série. Um de seus traços mais icônicos é a paleta de cores: vermelho, delineado por sua mini-saia e um top apertado. Era importante manter estes atributos, pois expressavam não apenas a personagem em si, mas também as memórias de muitos jogadores ao redor do mundo.

Por isso, testei várias coisas diferentes em minha tentativa de “entender” a personagem. No meu ponto de vista, ela é uma mulher forte e independente — uma policial e dançarina profissional que não tem medo de limpar as ruas em uma mini-saia.

Gostei da jaqueta que ela usou no primeiro episódio, que dava para ela uma aparência mais urbana, então queria mantê-la — mas de um jeito mais moderno.

No fim das contas, o que me colocou no caminho certo foi reavaliar sua pose quando está parada, o que ajudou a entender o fluxo da ação e a dar mais ritmo aos formatos e contrastes.

A sexta imagem acima é legal, mas é um pouco agressiva. De todas as referências que encontrei, há sempre um elemento delicado em seu rosto. Além disso, todos os detalhes que incluí foram complexos demais para animar, o que é algo importante de se considerar na hora de produzir.

Um parênteses: como sou animador, eu crio meus designs sabendo que certos elementos ficarão mais legais quando forem animados. Por exemplo, o cinto elaborado que ela está vestindo fará um movimento muito maneiro quando ela se mexer.

O que nos trás para a animação, que é muito importante para mim, e também uma das maiores forças da Lizardcube.

Devido a limitações técnicas de tempo, os jogos originais não tinham muitos frames. Para atualizar o jogo para os dias de hoje, queria o máximo de fluidez e impacto possível. Isso se mostrou algo difícil para a produção, já que cada personagem jogável de Streets of Rage 4 tem aproximadamente mil frames. Além disso, temos também diversos inimigos, cada um com cerca de 300/400 frames. E tudo isso foi desenhado a mão, quadro a quadro, no Photoshop.

Para os golpes especiais, adicionei mais efeitos visuais para aumentar o impacto. Isso enfatiza que aquela ação é especial, e fazê-la parece mais recompensador. É também uma continuação da personagem — o estilo de Blaze é mais fluido, e usar seus efeitos azuis naturais com alguns formatos no estilo lotus e mandala deu aos seus golpes um tempero próprio.

Segui a mesma linha de raciocínio quando criei Adam. No entanto, como ele aparece apenas no primeiro episódio, eu tinha menos referências para usar. Tentei manter suas ombreiras, mas não tive sucesso — elas estavam muito ancoradas no estilo dos anos 80. Então, explorei outras direções… Os óculos fazem com que ele pareça mais misterioso, e me lembram um pouco de sua antiga sprite, onde seus olhos são quase imperceptíveis.

Por fim, após várias tentativas de fazê-lo usar uma jaqueta similar a de um detetive particular, aqui vai como ele ficou. Parecido, mas não igual.

O Design de Adam

Adam, do primeiro Streets of Rage, não tinha muitos golpes, então tivemos que pensar no que achamos que combinaria com ele. Uma de suas habilidades mais marcantes era sua corrida, além do uso da cor verde para destacar seus efeitos visuais. Tentei fazê-lo parecer forte, e como Axel já tinha um dragão como golpe defensivo, achei que o lobo ficaria legal.

Por fim, para o golpe Ultra de Adam, queríamos uma onda que se move para frente. Pensei que espadas saindo do chão seria algo novo, e que também serviria para descrevê-lo como a “espada da justiça”.

Obrigado pela leitura! Espero que gostem do jogo, e que os fãs de longo prazo curtam saber como atualizamos seus antigos favoritos. Não se esqueça que você pode escolher entre suas versões atualizadas ou o formato retrô, para jogar como nos dias de antigamente.

Os comentários estão fechados.

5 Comentários

  • Já num era pra aparecer na store?

  • Zassa-Uktena

    Quando estará disponível para compra? Até agora não achei. A versão física do jogo chegará no Brasil? Quero muito aquela caixa especial.

  • Gostei muito do que vi até agr…simplesmnte incrível o cuidado que vcs tiverão com o Game.
    Queria muito a versão física do jogo aquela do SteelBook.
    Ela vira para o Brasil?
    E quando estará disponível para compra?

  • MarcosPlaza-1974

    Como super fã do jogo desde o 1 no Mega Drive,em minha opinião crítica o jogo ficou muito retrô,bem parecido com Kof XIV ou Kof XV… Poderiam fazer um pouco diferente parecido com aquele jogo do PS2 Final Figth”Streetwise” acredito que se fosse assim,o jogo teria uma história e um modo diferente game da franquia…. Lance no Ps4 o Final Figth Streetwise

  • Cadê o jogo na PSStore???

Por favor, informe a sua data de nascimento.