Sobreviva em Território Inimigo em Ghost Recon Breakpoint

0 0
Sobreviva em Território Inimigo em Ghost Recon Breakpoint

Os desenvolvedores da Ubisoft explicam como novidades como terreno exótico impactam a tática em Ghost.

Abatido, mas não eliminado. É como os soldados de elite de Tom Clancy’s Ghost Recon Breakpoint começam o mais novo título da franquia militar. Para Breakpoint, a Ubisoft mantém a liberdade do mundo aberto e o co-op que tornou Ghost Recon Wildlands um sucesso, e adiciona mais camadas de nuance tática. Falamos com Nouredine Abboud, produtor sênior, e Emil Daubon, escritor e consultor militar técnico, sobre o novo terreno exótico de Breakpoint, o sistema de stamina, e sobre Jon Bernthal como a principal ameaça.

Apresentando Jon Bernthal como Cole D. Walker na atualização recente de Ghost Recon Wildlands

ED: “Um dos princípios em que focamos foi um jogo de forte narrativa em um cenário de tiro. O tema de irmão contra irmão já é poderoso. Para capitalizar ainda mais nessa sensação, queríamos apresentar o personagem em uma época em que realmente fosse seu companheiro militar. Os jogadores terão a oportunidade de interagir com este personagem como um dos companheiros em Ghost. Faça algumas missões, divirta-se, e uma semana depois, essa bomba será detonada, tipo “Nossa, ele realmente é o inimigo do próximo jogo.”

NA: “Com Jon, também acreditamos que as pessoas terão uma relação visceral, pessoal, alguns até se sentindo traídos de verdade, que é o conceito central de Ghost Recon: Breakpoint em termos de história.”

“Em termos de jogabilidade, quando há um NPC interagindo com você, trabalhando junto na missão, também se cria um elo. Vimos este mesmo elo bem nítido nas missões de Sam Fisher em Splinter Cell missions. As pessoas realmente sentiram que estavam com algúem nelas. É isso que queríamos recriar. Então acima de história e cinemática, é sobre estar em território inimigo com [Cole D. Walker].”

A Motivação de Cole D. Walker como Antagonista

ED: “Uma coisa para lembrar, é que o universo Tom Clancy sempre faz a pergunta ‘e se?’, com a contingência do momento. As perguntas que estamos fazendo são ‘e se um engenheiro bilionário com a melhor das intenções, criando máquinas para melhorar a humanidade e a vida das pessoas, perdesse o controle?’ E se essa tecnologia fosse usada para razões além do bem da humanidade? Além disso, e se operativos de elite altamente treinados descobrissem que essa ameaça fosse real e criasse um plano para eliminá-la? No fim o mais importante é lembrar que Cole Walker no fundo é um patriota, alguém que acredita no que é certo, no que — em sua mente — é certo. Então sua motivação é fazer a coisa certa. Como isso se manifesta nesta história bastante complexa que será contada conforme você explora este mundo, conforme investiga.”

Nova Variedade de Terreno e seu Impacto na Jogabilidade

NA: “O terreno, os morros, e as áreas com água cansam e podem até machucá-lo. Este novo elemento de jogabilidade mudará como você aborda as situações do jogo. Mas não é algo que apenas fará você sofrer. Também é algo para usar. Temos uma novidade chamada ‘prone camo’, onde basicamente você cobre seu corpo com barro e terra, que ajuda a escondê-lo de inimigos.”

“…tudo que falei sobre o terreno se aplica à stamina – não é algo que será apenas negativo ou difícil, mas algo que colocará camadas de tática em como abordar cada situação. Será que vale a pena o risco de um atalho por um terreno que me deixará cansado antes de chegar ao meu destino, ou será melhor procurar um veículo… et cetera. Você basicamente tem o ritmo de Wildlands mas com mais opções táticas disponíveis.”

Play Solo, Co-op, e PvP no Lançamento

NA: “…vamos lançar [simultaneamente] os modos solo, co-op, e PvP. Tudo que fizer nos três modos irá melhorar seu personagem. Então suas habilidades, customização, armas e equipamento. Não é apenas o sistema de furtividade que mudará, toda a jogabilidade será diferente com a capacidade de jogar os três modos logo de cara.”

Suporte Pós-Lançamento Inclui Raid, e Vulcões

NA: “Queremos continuar a crescer o jogo pelos próximos anos em termos de novidades, história, etc. Por exemplo, como o jogo se passa em um arquipélago, temos várias ilhas. Isso nos dá a possibilidade de aumentar cada vez mais o mundo onde jogará.”

“Posso dar um exemplo, como é uma ilha… temos uma raid no jogo. Então poderá jogar com seus amigos e enfrentar inimigos de nível alto. O trailer mostra alguns dos terrenos que encontrará na raid. Temos até vulcões, com lava, etc. Este é um aspecto específico da liberdade que temos e que terá impacto na história, na sensação de ser um Ghost em território inimigo, além de ter um impacto direto na diversidade da jogabilidade e no nosso plano de lançar conteúdo por vários anos.”

Notas Adicionais de Jogabilidade

  • O mapa do jogo é “bem maior” que o de Wildlands
  • Romper cercas permite abrir buracos em algumas barreiras. Atalhos!
  • Drones podem ajudá-lo com eliminações furtivas Sync Shot
  • Veículos ajudam a evitar a fadiga dos terrenos difíceis
  • Prone camo deixa você se cobrir de terra e barro para não ser encontrado
  • Aliados feridos podem ser levantados e carregados até um lugar seguro
  • Múltiplas opções de dificuldade retornam

Teste suas habilidades táticas e sua mira quando Ghost Recon Breakpoint chegar para PS4 em 4 de outubro.

Join the Conversation

But don't be a jerk!

Please be kind, considerate, and constructive. For other topics, head to our Forums. Report inappropriate comments to us_playstation_blog_moderation@sony.com

Deixe uma resposta

Please Enter Your Birth Date

This content can be viewed only by people who meet the minimum age requirement.