Todo Mundo Pode Criar um Jogo em Dreams… Sério, Mesmo

0 0
Todo Mundo Pode Criar um Jogo em Dreams… Sério, Mesmo

Nossa sessão de 45 minutos com o novo projeto da Media Molecule nos mostrou apenas uma fração do que o jogo é capaz.

Dreams, o misterioso novo projeto dos criadores de LittleBigPlanet, a Media Molecule, tem sido o motivo de muita especulação e imaginação desde que fez sua primeira aparição, nebulosa e ainda sem título naquele evento PS4 em 2013. Que diabos é isso? É um jogo? Uma ferramenta de criação? Quão flexível é na verdade? Como se joga? Que diabos é isso?

Após uma breve demo de 45 minutos com o diretor criativo Mark Healey, finalmente entendi. A resposta: Dreams é uma ferramenta de criação de games que qualquer pessoa com um PS4 e uma cópia do título poderá mergulhar logo de cara, sem nenhuma experiência prévia com desenvolvimento.

Digo breve já que 45 minutos não é o bastante nem para ver uma fração do que a nova experiência ambiciosa da Media Molecule é capaz.

Geralmente, quando dizem que algo é “acessível”, querem dizer “limitado de alguma maneira”. O que a Media Molecule fez aqui é realmente impressionante — quase todo aspecto da criação de um jogo está incluso nas ferramentas de criação no centro de Dreams, e em vez de apenas dizer “Ah, é uma versão mais limitada das game engines no mercado hoje em dia”, o que fizeram foi abordar o processo criativo de uma outra perspectiva.

Em Dreams, navegar sua tela (que não passa de um enorme espaço em branco) é fácil. Graças aos sensores de movimento do DualShock 4, usei o controle como um tipo de laser, movento meu Imp (a criaturinha customizável que serve como seu cursor) pela tela para pegar objetos usando o botão R2. Manter R1 pressionado trava seu ponto de vista a um objeto, permitindo então mover seu controle para alterar seu campo de visão em volta de seja lá o que for que estiver preso. Segure L1 (apelidada de “tecla shift” por Healey) e mova um item para replicá-lo, gire seu controle para girar o objeto, ou mudar seu tamanho usando o controle direcional. É tudo bem intuitivo.

Dreams também suporta o PlayStation VR com dois controles PS Move, para que criadores existentes ou em treinamento possam trabalhar com uma tela verdadeiramente tridimensional. Não vimos esta parte ao vivo ainda, mas ela promete.

A Media Molecule sempre foi um estúdio cujo objetivo é dar poder para artistas, e Dreams realiza esta idéia de uma maneira jamais vista. “Este sempre foi o plano,” explica o diretor do estúdio, Siobhan Reddy, quando perguntado sobre a campanha completa de Dreams — que a Media Molecule construiu completamente dentro do jogo, usando exatamente as mesmas ferramentas que jogadores terão acesso quando Dreams for lançado. “Para fazer uma ferramenta de criação de jogos, você precisa fazer um jogo.”

Listen to our interview with Media Molecule’s studio director, Siobhan Reddy

Um dos vários momentos “nossa, este game pode fazer isto” durante meu tempo com Dreams foi ao ver quanto trabalho foi colocado na parte de criação musical. As opções disponíveis são realmente impressionantes: músicos de qualquer nível de experiência (mesmo zero) podem escolher entre uma gama de instrumentos e gravar uma performance ao vivo, depois jogar tudo numa linha do tempo para ser vista, que será familiar a qualquer pessoa que já usou uma ferramenta de criação musical. Não está satisfeito com as ferramentas musicais que outros Dreamers já disponibilizaram? Faça sua própria, gravando qualquer som com o microfone da PlayStation Camera, ou carregue sons via um app para web que será lançado, depois aplique efeitos ou filtros para criar seu próprio instrumento.

Sabíamos que a Media Molecule estava mirando alto com Dreams, mas foi só depois que eu sentei e vi tudo com meus próprios olhos que percebi o quanto conseguiram realizar. Acabaram criando uma verdadeira ferramenta de criação de jogos que qualquer um com um PS4 pode mergulhar de cara e usar. Uma onde cada aspecto da criação de um game se junta sem esforço em uma única paleta criativa — nada de sair para o menu principal para entrar no modo de música ou algo do tipo; está tudo lá com um aperto do botão Quadrado.

Caso seja mais jogador do que artista, também há bastante coisa para você aqui. A Media Molecule criou uma campanha com história completa para você jogar, e tudo foi feito dentro da ferramenta de criação de Dreams, a mesma que todos os jogadores terão acesso quando o jogo for lançado. Você também pode ir “Dream Surfing”, que carrega uma lista de experiências de outros artistas de todo o mundo para você jogar em seqûencia (mais ou menos como serviços de streaming de vídeo carregam novos episódios automaticamente, sem você ter que correr atrás).

“Na verdade estamos apenas aumentando nossa equipe”, diz Healey quando falou sobre o eventual lançamento de Dreams. A Media Molecule já criou várias experiências incrivelmente imaginativas dentro do jogo, mas assim que o mundo puser as mãos nisso, veremos do que são capazes.

DreamsDreams

Dreams

Ainda não temos uma data de lançamento, mas a Mm confirmou que haverá um beta de Dreams ainda este ano. Fique ligado para mais notícias. Enquanto isso, sinta-se à vontade para começar o rascunho do seu jogo de estréia em Dreams.

Por favor, informe a sua data de nascimento.