PlayStation.Blog BR

The Division: Multiplayer Tenso na Dark Zone

1 0
The Division: Multiplayer Tenso na Dark Zone

Revelado na E3 2013, The Division, de Tom Clancy, nos apresentou a uma visão pós-apocalíptica de Nova York, com detalhes de cair o queixo.

Dar vida à visão da Ubisoft de um campo de batalha urbano após uma epidemia não foi uma tarefa que a equipe de desenvolvimento quis apressar, então na E3 2015 ainda houve muitos detalhes a apresentar, e neste ano, foi a vez de Dark Zone.

Tom Clancy’s The Division

Esse reino de PvP dentro do jogo convida os jogadores a realizar várias missões em equipe, sozinhos ou, como o produtor executivo Fred Rundqvist me disse, como um agente traidor com a ideia fixa de obter todos itens de espólio extra-especiais de Dark Zone para si.

“Em essência, Dark Zone é uma área sem lei, onde você pode burlar a lei, roubar a carga de outras pessoas e potencialmente trair seus próprios companheiros”, Fred explica.

Como a demo hands-on demonstrou na E3, patrulhar a Dark Zone é uma experiência corajosa e tensa, onde você nunca sabe em quem confiar, seja outros esquadrões controlados por jogadores ou os membros de sua própria equipe. Assim como em muito de The Division, sua experiência e como você decide jogar não precisa estar restrita pela quantidade de amigos – de sua lista PSN, match-made ou do próprio jogo – que também estão jogando.

Tom Clancy’s The DivisionTom Clancy’s The Division

“Você pode jogar totalmente sozinho ou como parte de uma equipe”, diz Fred. “Se quiser jogar com outros, você pode se juntar com pessoas no mundo do game e formar um grupo, ou ir ao matchmaking e começar como parte de uma equipe. Se estiver jogando solo, você não será inferiorizado – os inimigos se ajustam para que o nível do desafio seja o mesmo a uma pessoa ou a uma equipe”.

Então, o medo de que The Division só possa ser apreciado com o nível de tática e comunicação que vimos nos trailers pode ser colocado de lado.

Como Fred explica, “é sua escolha jogar com outros jogadores ou contra eles. The Division é um game de pilhagem e progressão, então a principal razão para entrar em combate com outro jogador na Dark Zone é pegar a carga deles e usar para fins próprios”.

Tentadora como pode ser, a ganância pode facilmente acabar com você. “Ao fazer isso, voocê estará correndo muitos riscos. Assim que você for abertamente hostil a outro jogador, você quebrou a lei e será visado por todos os outros agentes na área. Se eles lhe eliminarem, obterão uma recompensa extra sobre outros agentes traidores, ganharão XP extras e poderão pegar tudo o que você roubou.

“Então, o game é mais equilibrado do que um ‘salve-se quem puder’ – você tem de decidir se vale a pena, quem você enfrentará e a força de sua equipe antes de você quebrar a lei e enfrentar outro jogador”.

Tom Clancy’s The Division

A sua abordagem sobre a vida na Dark Zone, e no mundo maior de The Division, dependerá de como você queira jogar o game. Porém, como explica Fred, você não se encontrará travado em uma classe, equipamento ou especialidade específicas.

“Gamos de pensar que The Division é um game em que não há classes – você libera habilidades e talentos à medida que sobe de nível, e depois se especializa em um caminho específico. Ou você pode tentar segui-los e subir de nível desta forma, alternando entre eles”, ele disse.

“A maioria das pessoas tem um estilo de jogar, seja como médico de apoio, o atirador de longa distância ou se quiser jogar agressivamente e causar muitos danos. Para mim, esta é a beleza de The Division: é a evolução dos RPGs tradicionais”.

Os comentários estão fechados.

1 Comentário

Por favor, informe a sua data de nascimento.