Fumito Ueda Fala Sobre a Grande Revelação de The Last Guardian na E3

8 0
Fumito Ueda Fala Sobre a Grande Revelação de The Last Guardian na E3
Fumito Ueda Fala Sobre a Grande Revelação de The Last Guardian na E3

Há poucos jogos que inspiram tanta paixão e devoção entre os gamers quanto aqueles do Fumito Ueda. Seus gêmeos clássicos para PS2. Ico e Shadow of the Colossus, são merecidamente amados por sua atmosfera extraordinária, mecânicas bem pensadas e história evocativa. Então, não foi surpresa o fato de que esse ambicioso terceiro jogo, The Last Guardian, tenha sido recebido com entusiasmo febril quando anunciado pro PS3 lá em 2009.

Desde então – como foi bem documentado -, tudo ficou bem quieto, mas finalmente a espera está quase no fim. A sua nova revelação para o PS4 esta semana foi um daqueles momentos de dar um nó na garganta e – perdoem-me por tomar partido aqui – um dos destaques de uma semana movimentada de E3, onde grandes anúncios vieram aos montes.

24 horas depois da grande revelação, eu falei com Ueda-san pra descobrir o que ele achou da reação à notícia e como o game está ficando.

The Last Guardian

Então, para aqueles que não estão familiarizados com o jogo, você pode me falar no geral o que é o The Last Guardian?

Fumito Ueda: Em resumo, é um jogo de ação e aventura. É a história de um jovem garoto que foi sequestrado ou capturado em estranhas circunstâncias. É sobre um encontro entre esse garoto e a fera misteriosa Trico, no meio das ruínas, e uma história sobre a jornada deles na esperança de escapar dessa misteriosa situação.

Resumindo, é isso que o jogo é, mas não quero contar muito. Queremos que os jogadores experimentem eles mesmos conforme a história se desenvolve.

Obviamente faz alguns anos que ouvi a última notícia sobre o jogo, e tem havido muita especulação sobre ele entre os jogadores de PlayStation. Como é finalmente poder reapresentá-lo para os fãs?

Fumito Ueda: Sim, passaram-se alguns anos desde o nosso último anúncio. No meu ponto de vista, era realmente difícil prever como a plateia iria reagir. Eu não sabia ao certo se as pessoas iam se lembrar do jogo. Eu admito que eu estava um pouco nervoso, mas depois do anúncio eu vi a reação e o ânimo das pessoas – e isso provou pra mim que as pessoas realmente estavam esperando e ficaram empolgadas de nos ver revelando o The Last Guardian pro PS4. Depois disso eu fiquei mais relaxado e feliz!

Você pode falar um pouco sobre por que o jogo demorou mais do que o esperado?

Fumito Ueda: Obviamente houve várias razões para o atraso. Se eu tivesse que dar apenas um, seria uma barreira técnica que tivemos que ultrapassar. Mas em certo momento nós a superamos e nós finalmente – orgulhosamente – anunciamos o jogo para o PS4 durante a coletiva de imprensa da E3.

The Last GuardianThe Last Guardian

O jogo mudou desde a última vez que o vimos?

Fumito Ueda: O conteúdo do jogo em si -a história e etc. – não mudou. Obviamente, a migração pro PS4 nos permitiu melhorar as coisas no quesito tecnologia. A estética geral que a equipe está usando não é necessariamente “ousada”, mas nós temos um estilo muito específico que estamos buscando e o hadware do PS4 nos ajudou a alcançar nossos objetivos.

Um dos aspectos das imagens que você mostrou na coletiva da E3 que eu achei mais interessante foi como Trico e o garoto se movem. Os movimentos do garoto, especificamente, são um pouco estranhos, mas muito encantadores. Como você definiu essas características?

Fumito Ueda: Quando eu estava formulando o conceito do The Last Guardian, uma das coisas para as quais olhei foi a relação entre pessoas e animais, e eu achei que isso era algo em torno do qual eu gostaria de fazer um jogo. A maioria das pessoas realmente desenvolve uma relação com as animais – eles os consideram bonitinhos e fáceis de criar laços – então essa relação era o foco principal. A razão pela qual eu escolhi esse tema central é porque eu queria atrair o maior número de pessoas possível, sabendo que isso iria encontrar eco em muitos jogadores. Por isso, eu espero que alguns elementos das expressões do garoto e do Trico possam mesmo parecer “encantadoras”.

As imagens mostraram mais desafios ambientais. Podemos esperar outros tipos de ameaças em outras partes do jogo?

Fumito Ueda: A demo que mostramos esta semana é um corte vertical (vertical slice) do jogo e nós o selecionamos intencionalmente pra mostrar algumas das transições dinâmicas do jogo. Há vários designs de fases diferentes e desafios que os jogadores vão encontrar.

Dados o fervor e a expectativa em torno do jogo, você está sentindo o peso de ter que entregar algo incrível?

Fumito Ueda: Obviamente eu estou aliviado de poder levantar e dizer “Aqui estamos de novo!”. Eu vi a reação da multidão e a recepção foi ótima. Essa recepção alimentou nossa motivação pra trabalharmos ainda mais duro pra terminar. Do ponto de vista criativo e de desenvolvimento as coisas não mudaram – nós já estamos trabalhado duro – mas nós certamente teremos o combustível da atenção e amor que recebemos essa semana.

The Last Guardian

Os comentários estão fechados.

8 Comentários

  • poderiam perfeitamente disponibilizar esse jogo tbm para o ps3…,se em 2009 foi anunciado para o ps3 e pq o jogo tem capacidade de rodar no ps3 e pronto…,so não fazem isso pq não querem ai e outra coisa…

  • Discordo totalmente! o ps3 foi um otimo console…mas estamos na nova geração o PS4 que e o console do momento….os jogos tem que ser feitos para ele e não para o ps3…. enquanto os jogos forém feitos para as duas plataformas o ps4 não podera explorar seu potencial…The Last Guardian somente no ps4!

    • KatsukeGamer

      Concordo com Você, realmente o foco da Sony tem que ser o PS4, para poder mostrar o Potencial do Console, mas vamos ser claros os Gráficos do The Last Guardian que foram mostrados nesta E3 estão muito parecidos com os mostrados na E3 de 2009, e sim o jogo roda no PS3, pós seu Desenvolvimento começou em 2007 (Inicio da Geração do PS3). Se eles estão Lançando o Jogo para PS4, não foi pq ele não roda no PS3 e sim por que no decorrer do Desenvolvimento sofreu varias Mudanças (como a Saída de Ueda do Time de Desenvolvimento)!

    • Legolas2349

      Cara, eu acho que eles deviam lançar para o ps3 tbm. Esta certo que o ps4 não chegaria ao seu auge se eles continuarem fazendo jogos para o ps3, mas eu (e conheço mais pessoas assim) esperei desde a época do ps2 para lançar esse jogo, e agore que tenho ps3 não vou poder jogá-lo….. E tambem temos o exemplo do ps2: foram lançados jogos para ele até um ano antes da nova geração chegar…

  • Numa entrevista dada durante a E3 o Yoshida admitiu que o trailer antigo foi “specced up”, ou seja, rodando num hardware mais poderoso, desconfio que o jogo nunca rodou direito no PS3 por isso abandonaram. Quando decidiram portar pro PS4 tiveram que reescrever o código inteiro devido à diferença de arquitetura, por isso o atraso, eles jogaram fora o trabalho e começaram de novo.

  • ShikabaneSoul

    Ueda deixou claro que o PS3 não teria capacidade de rodar o game da forma que ele gostaria, por isso, quando surgiu o PS4, ele ficou mais confiante, e a equipe pode continuar com tranquilidade. Como todos nós sabemos, o game não está com visual 100% geração nova, é fácil perceber que toda a sua mecânica mostrada no primeiro trailer pra PS3 anos atrás, ainda continua vivinha da silva, porém, o PS4 trouxe muito mais folga, provavelmente a taxa de quadros e resolução vão ficar muito melhores do que um hardware mais antigo que possivelmente não rodaria o game tão bem quanto agora.

  • ESSE MÊS NAO TEREA OFERTAS FLASH?

  • Mal posso esperar o Shadow of The Beast e Deep Down.

Por favor, informe a sua data de nascimento.