EVO 2012: Testamos PlayStation All-Stars Battle Royale

5 0
EVO 2012: Testamos PlayStation All-Stars Battle Royale

A vitória de Infiltration nas finais de Street Fighter IV Arcade Edition 2012 nesta última noite de domingo marcou o fechamento do EVO 2012, o campeonato anual que junta os melhores lutadores virtuais para competir em grandes jogos de luta como Ultimate Marvel vs. Capcom 3, Virtua Fighter 5 e Tekken 6. Este ano, a SuperBot Entertainment participou da competição para mostrar as versões para PS3 e PS Vita de PlayStation All-Stars Battle Royale, a carta de amor do estúdio para a história do PlayStation e para os jogos do gênero luta.

PlayStation All-Stars Battle Royale no EVO 2012PlayStation All-Stars Battle Royale no EVO 2012

Here Comes a New Challenger

A demonstração de PlayStation All-Stars incluiu a chance de mostrar os personagens recém-anunciados, Heihachi e Toro. Inicialmente, tive muita sorte com Toro, usando suas letais bombas de Mochi, shurikens e um cômico chute bicicleta para atormentar seus inimigos a uma distância segura. Mas apesar da sua aparência adorável e seu estilo de combate insano, Toro não é um peso-pena. Ele é um lutador versátil e sutil, graças às três posturas de luta que permitem que ele alterne entre ataques a curta distância (postura Justice), controle de área (postura Oni) e ataques a longa distância (postura Torobi). Seus Supers não ficam para trás: o de nível um faz Toro voar e cair nos inimigos mais próximos, o nível dois faz uma estrela cadente cair no meio da tela, e o nível três mata todos os oponentes automaticamente com Toro surrando todos com a fúria do Mochi.

PlayStation All-Stars Battle Royale Toro e Heihachi revelados

“Toro pode mudar seu estilo de luta… é essencialmente um sistema de posturas. Ele tem mais que o dobro de golpes que os outros personagens, já que cada postura possui sua própria combinação de golpes.” — Omar Kendall, Diretor, PlayStation All-Stars Battle Royale

Heihachi, no entanto, se destaca nos tradicionais encontros a curta distância. Com sua fácil linha de combos e seus ganchos Demon Godfist como marca registrada, Heihachi é uma máquina de juggling (quicar) capaz de acumular grande quantidade de PA (Poder de Ataque) em um curto espaço de tempo. Ele é um dos poucos personagens que possuem um counter, dando grande vantagem contra outros lutadores como Big Daddy e Parappa. Seus Supers são excêntricos, mas efetivos, começando com uma martelada básica (e devastadora) no nível um e progredindo para seu feroz guarda-costas urso (Kuma de Tekken) no nível dois. Para o seu Super de nível três, Heihace prende seus oponentes em um míssel e os lança para a órbita — cara, isso é desagradável.

“Na SuperBot, todos somos grandes fãs de jogos de luta e eu não acho que qualquer série que é mais próxima com PlayStation do que Tekken. Heihachi combinou bastanteachado e faz total sentido.”
Omar Kendall, Diretor, PlayStation All-Stars Battle Royale

Omar Kendall - PlayStation All-Stars Battle RoyaleOmar Kendall - PlayStation All-Stars Battle Royale

Nunca deixe de Brigar

Enquanto isso, na tela de OLED, All-Stars parece virtualmente indistinguível de seu irmão maior do PS3. A versão para PS Vita rendeu personagens densamente detalhados, cenários robustos e uma taxa de quadros ultra-fluída. Graças à atenção ao desenvolvimento que a Bluepoint Games teve, a versão para PS Vita ostenta um conjunto de ajustes e melhorias para os jogadores em portáteis, sejam eles pequenos (controles por toque nos menus) ou grandes (marcadores que ajudam a identificar os personagens em ângulos maiores de câmera). Você pode usar o analógico esquerdo ou o direcional digital para controlar a ação, e ativar todos estes importantes Supers pressionando o L e o R juntos.

O jogo ainda suporta jogatina entre o PS Vita e o PS3 em partidar multiplayer via WiFi. A função de jogo cruzado foi uma surpresa agradável, baseada em minhas próprias experiências, e aponta para um futuro onde os jogadores de portáteis e consoles estarão em iguais condições. Joguei uma série de partidas entre quatro jogadores em jogo cruzado onde dois PS3 e dois PS Vitas coordenaram o caos sem nenhuma dificuldade. O futuro é agora!

”Estamos muito felizes com a versão para PS Vita, especialmente por estar rodando a 60 quadros por segundo com suporte completo a jogos cruzados. Eu tenho que dar crédito aos caras da Bluepoint Games. Eles estão fazendo um trabalho incrível.” — Omar Kendall, Diretor, PlayStation All-Stars Battle Royale

EVO: Palestra de PlayStation All-Star Battle Royale com a SuperBot Entertainment

E Temos Mais Desafios

Em outro lugar do EVO, a equipe da SuperBot apresentou o lado técnico do jogo em uma palestra voltada para os fãs de jogos de luta hardcore. Os lutadores de PlayStation All-Stars não possuem a tradicional barra de energia; em vez disso, eles atacam seus oponentes para acumular energia, que eles liberam em forma de diversos Supers. Apesar de não poder bloquear os ataques Super, você pode desviar de muitos deles se for rápido: a SuperBot demonstrou uma técnica de esquiva que deixa seu personagem brevemente invulnerável.

”Você não está diminuindo barras de vida, você está acumulando energia, ou PA (Poder de Ataque). Quanto mais dano você causa, mais PA você ganha. Então o lance é soltar aqueles Supers, que basicamente matam com um golpe só e te dão pontos.” — Omar Kendall, Diretor, PlayStation All-Stars Battle Royale

A palestra do EVO confirmou que a versão final do jogo vai suportar partidas 1×1 e 2×2 em times, além do modo livre para todos, e que vai contar com um sistema para evitar que combos infinitos sejam executados. Os desenvolvedores também discutiram sobre o sistema de agarrão e apresentaram diversas opções: cima, baixo e laterais, com cada escolha apresentando certos benefícios estratégicos dependendo do seu estilo de jogo. Um agarrão vertical, por exemplo, dá a chance de executar combos que mantém o inimigo e ganhar mais PA.

Depois da palestra, a SuperBot tirou um tempo para responder algumas perguntas da comunidade, sobre a personalização de personagens (“definitivamente há muita coisa para desbloquear no jogo”), futuros personagens convidados (“vai haver uma combinação de personagens first-party [PlayStation] e third-party) e até sobre o netcode (“é fundamentalmente diferente… não diminuímos a velocidade do jogo para compensar o lag”).

Um participante perguntou sobre os planos do estúdio para a batalha com o chefe final e, embora Kendall tenha confirmado que o jogo vá contar com um chefão, ele admitiu que o estúdio ainda não está pronto para dizer quem, exatamente, será. “Fique ligado”, ele adicionou. “Para os fãs de PlayStation, o nosso chefão final vai fazer bastante sentido.”

Os comentários estão fechados.

5 Comentários

  • Jogo ridículo.

  • Eu gostei muito do jogo. Mas não vou negar tem algumas coisas me deixam com o pé atrás.
    Primeiramente os personagens. Eu amo os personagens da Playstation , eles são apaixonantes.
    E ai que fico com o pé atrás, será que teremos Snake, Crash, Spiro e cia no jogo?
    Até agora foram anunciado apenas 10 personagens. :/ Eu gostaria de ver até mesmo Kat de Gravity Rush nele.
    Como o Heihachi no jogo espero que tenha várias participações third-party, seria muito interessante ter um All World Battle Royale.
    Segundo esse estilo de jogo de certa forma me amedronta.
    Imagina, você morrer, nascer e já morrer para um super.
    Pelo visto só esses super que desabilitam a galera não é?
    Acho que isso devia ser revisto, já que não tem barra de energia. :/
    O jogo é considerado luta? Haha.

  • Julio_Rocha1986

    Não vai rolar… até mesmo pelo gráfico que é bem fraquinho

  • Boa Noite Galera,
    alguém sabe quando que vai sair o aplicativo do youtube para o ps vita- conta brasileira ?
    vlwss

  • parece aqueles joguinhos da porcaria da nintendo kkkkkkkkkkk

Por favor, informe a sua data de nascimento.