PlayStation.Blog BR

MediEvil: Novas Impressões, Galeria Comparativa de PS1 Para PS4

0 0
MediEvil: Novas Impressões, Galeria Comparativa de PS1 Para PS4

Saiba ainda mais com os novos testes do jogo direto da Gamescom.

Acabei de sair de uma agradável sessão de testes de MediEvil, o clássico de 1998 que recebeu um remake completo para PS4.

A demo da Gamescom me colocou nas batalhas dos níveis iniciais do remake, lutando contra mortos vivos em cemitérios e explorando o Hilltop Mausoleum. Meu tempo de jogo levou a algumas descobertas surpreendentes que irão agradar tanto veteranos quanto novatos.

Aqui vai o que você precisa saber sobre este novo MediEvil.

Esquerda: jogo original // Direita: versão PS4


O que novatos precisam saber

1. Ele tem um pouco de Dark Souls no seu design

Uma das maiores surpresas é como MediEvil parece com Dark Souls… apesar de seu lançamento ter acontecido quase uma década antes.

Essa percepção acontece uma vez que você termina as criptas do tutorial e seus cemitérios adjacentes. Os níveis de MediEvil são labirintos compactos cheios de segredos e atalhos. Além disso, o jogo é difícil. Não é um jogo de simplesmente sair matando tudo sem pensar: até mesmo os inimigos mais simples causam dano considerável, e grupos o mandarão de volta ao cemitério rapidamente.

As comparações continuam conforme você explora. Você precisa descobrir ou destravar novas armas primeiro para expandir seu arsenal. Algumas destas vão degradar e quebrar com o tempo (como escudos e porretes) ou terão contagem limitada de usos (adagas de arremesso, flechas). Combine isso com um design bastante desafiante, como a escalada complexa de Hilltop Mausoleum, que requer desviar de pedregulhos (ou bloqueá-los com o escudo), e lutas de chefe elaboradas, e é impossível não lembrar de Dark Souls. Apesar de Dark Souls nunca ter sido tão irreverente.

Para os fãs da From Software, ou qualquer um curioso sobre a história dos games como um todo, MediEvil apresenta uma oportunidade única de testar uma versão anterior e abordagem alternativa a um estilo de design que criou um gênero próprio.

Esquerda: jogo original // Direita: versão PS4

2. Você joga como um cavaleiro lendário ressuscitado para acertar as contas…

A história do jogo é a mesma em 2019 que foi em 1998. Você joga como o recentemente ressuscitado Sir Dan Fortesque, um antigo cavaleiro nobre que, após 100 anos descansando em sua cripta, não é nada mais que um esqueleto coberto por uma armadura. Mas com um braço forte de espada e um arsenal de armas que apenas irá crescer, ele sai em busca de salvar seu reino mais uma vez.

Esquerda: jogo original // Direita: versão PS4

3. …mas você não é o herói que sua lenda diz que você é

A história se lembra de Sir Dan Fortesque como o cavaleiro lendário que derrotou o feiticeiro terrível Zarok cem anos atrás. A realidade é menos impressionante: Dan foi um saco de pancadas, o primeiro derrotado em uma investida nos campos de batalha.

Como resultado, Dan nunca conseguiu ascender ao Hall dos Heróis (a versão de Valhalla de MediEvil). Sua ressurreição surpresa é a chance de viver as expectativas de sua fama e assegurar seu lugar entre os grandes de Gallowmere.

Esquerda: jogo original // Direita: versão PS4

O que os veteranos da série precisam saber

1. Muito do jogo original permanece intacto

A reconstrução deixou o coração morto-vivo do original de 1998 intacto — incluindo seu combate corpo-a-corpo pesado, seus níveis cheios de segredos e seu humor macabro.

O foco da Other Ocean, o estúdio encarregado por ressuscitar a ação e aventura em terceira pessoa para audiências atuais, foi em grande parte cosmético.

Este remake para PS4 criou um novo visual temático de terror, mas manteve sua personalidade estilo Tim Burton. Ele se recusa a mexer com o design de níveis do original, mas não tem medo de adicionar uma novidade aqui e ali. O mapa do mundo tem uma nova aparência, por exemplo, enquanto o Hall of Heroes possui mais contexto e história.

Esquerda: jogo original // Direita: versão PS4

2. A trilha sonora original foi regravada com muito carinho

A trilha sonora clássica não foi mudada. Ela foi apenas foi enriquecida. O remake de PS4 troca os sons de orquestra sintética do original com uma de verdade, com a trilha inspirada por Danny Elfman regravada pela Orquestra Sinfônica de Praga. Quem foi o responsável pela produção? O duo de compositores Bob&Barn, que escreveram a trilha sonora original


Quer você tenha perdido MediEvil quando ele foi lançado primeiro no PlayStation original, ou tenha boas memórias de jogar com o herói que salva Gallowmere das garras de um feiticeiro malvado, há muitas razões para pegar seu controle e aproveitar o remake que ressuscitará a ação para PS4 neste Dia das Bruxas.

Quer mais? Leia e assista ao vídeo dos de como o jogo foi criado.

Join the Conversation

But don't be a jerk!

Please be kind, considerate, and constructive. For other topics, head to our Forums. Report inappropriate comments to us_playstation_blog_moderation@sony.com

Deixe uma resposta

Please Enter Your Birth Date

This content can be viewed only by people who meet the minimum age requirement.