PlayStation.Blog BR

Os Desenvolvedores Escolhem seus Jogos de PlayStation Preferidos de 2017

0 0
Os Desenvolvedores Escolhem seus Jogos de PlayStation Preferidos de 2017

Guerrilla Games, Team Ninja, Arkane Studios, CD Projekt Red e mais fazem suas escolhas.

A equipe lá do PlayStation EU montou uma excelente série de posts que junta alguns pensamentos de fim de ano de um grupo de criadores prolíficos. Adoramos como ficou, então também vamos usar a série por aqui. Caso você esteja na Europa, faça um favor a si mesmo e marque o EU PlayStation.Blog para mais atualizações e notícias da região para 2018 e além.


Eu e você não somos os únicos que estamos morrendo de vontade de pegar os próximos dias e passar bastante tempo com alguns dos jogos espetaculares que foram lançados nos últimos 12 meses. Os desenvolvedores responsáveis por eles também estão. O que nos traz a esta lista. Perguntamos a alguns criadores que tiveram seus jogos lançados em 2017 quais games eles passaram seu tempo jogando entre os compromissos e o trabalho do ano.

Ah, e vale avisar: este artigo contém spoilers.

Horizon Zero Dawn

Escolhido por…

“Fiquei perplexo com a qualidade dos gráficos e com o estilo de arte, história profunda, táticas de furtividade e combate, que estavam todos ótimos, fazendo tudo funcionar junto em perfeita harmonia.” Fumihiko Yasuda, Diretor, Team Ninja (Nioh)

“O jogo oferece um senso real de lugar, com as máquinas sendo alguns dos melhores inimigos em um jogo que vi em anos.” Steve Goss, Diretor de Design, Supermassive Games (Hidden Agenda)

“Sou um enorme fã dos jogos Killzone então sempre presto atenção em qualquer coisa que eles fazem, mas este jogo mesmo assim me surpreendeu de várias maneiras. Ótima narrativa, visual e gráficos impressionantes e mecânicas de combate bem amarradas. Uma maravilha.” James Valls, Produtor Senior, Rebellion (Sniper Elite 4)

“O design de vários mecha ocidentais podem parecer sem detalhes para uma audiência Japonesa, mas os desse jogo são surpreendentemente detalhados, incorporando elementos de anime e filmes sci-fi. Me sinto um pouco ameaçado quando vejo um design assim vindo de um estúdio ocidental!” Yoko Taro, Diretor, Platinum Games (Nier: Automata)

“Com certeza existe algo em Horizon Zero Dawn que fica com você mesmo depois que os créditos rolaram. Mesmo que no fundo, seja um jogo sobre a destruição de robôs gigantes que parecem animais ou dinossauros, a construção de mundo (e a destruição anterior!) dão ao jogo um senso de credulidade e humanidade pelo qual você acaba se apaixonando e querendo voltar. Estou bem animado com o que o futuro de Horizon tem guardado para nós, e é claro, o de Aloy.” Brad Davey, Designer Chefe, Sumo Digital (Snake Pass)

“Acho ótimo que um estúdio como o Guerrilla aceitou o risco de criar um novo IP, e conseguiu com tanto sucesso.” Mark Healey, Diretor de Criação, Media Molecule (Dreams)

Persona 5

Os Desenvolvedores Escolhem seus Jogos de PlayStation Preferidos de 2017

Escolhido por…

“Da negociação com os demônios, que foi bem mais interessante do que as cartas de tarot aleatórias que apareciam depois das batalhas em Persona 4, dando alguma personalidade às personas enquanto tentávamos descobrir como eram, ao meu personagem de destaque de todos os jogos PlayStation do ano, Futaba Sakur, e todo o caminho até a batalha final com todos na cidade torcendo por você, sem contar na trilha sonora de Shoji Meguro tocando o tempo todo (que é sempre sensacional).” Josh Phelan, Senior Gameplay Engineer, Arkane Studios (Dishonored 2)

“Teria que ser ou Persona 5 ou Nioh. Mas cara, é uma escolha difícil. COnsegui um troféu de PLatina em ambos, o que mostra o quanto eu curti passar tempo com estes jogos. E passei bastante tempo, acredite. Pensando nisso agora, acabo mais pro lado de Persona 5. Conhecer cada um dos personagens do jogo, a emoção de ser um dos Phantom Thieves, desvendando todo o mistério por trás da história – todos esses elementos de Persona 5 são feitos de uma maneira que fazem você ficar emocionalmente envolvido, e então passa a se importar. É como se fosse uma segunda casa estranha, e sempre que vocÊ liga o jogo de novo, é como voltar para essacasa.” Michał Dobrowolski, Senior Game Designer, CD Projekt Red (Gwent: The Witcher Card Game)

“Amo a série Persona, e este foi um exemplo incrível dela. Esperei oito anos por um jogo Persona depois que Persona 4 foi lançado. O lado bom de esperar quase duas gerações de console por uma continuação é o pulo imenso dos jogos anteriores, agora com a vantagem de dois passos inteiros de atualização de hardware.” Steve Madureira, Designer/Animador Chefe, Airship Syndicate (Battle Chasers: Nightwar)

Uncharted: The Lost Legacy

Escolhido por…

“Adorei mergulhar novamente no mundo de Uncharted. E The Lost Legacy é tudo que a série Uncharted se tornou. A Naughty Dog criou uma aventura emocionante que me faz lembrar de todas as aventuras que a série já nos trouxe.” Hermen Hulst, Managing Director, Guerrilla Games (Horizon Zero Dawn)

“Pode ser um spin-off, mas mesmo assim captura a atmosfera da série e foi bem divertido. A série em si é, no quesito técnico uma das melhores, e você realmente pode sentir como os desenvolvedores queriam que o jogador se divertisse através das mecânicas de jogo, então eu sempre vou querer novos jogos Uncharted.” Takashi Katano, Diretor, Square Enix (Final Fantasy XII: The Zodiac Age)

“Acho que passei a maior parte do tempo esse ano jogando o multiplayer de Uncharted 4, mas é um jogo do ano passado, então não sei se conta!” Henrik Larsson, Produtor, Tarsier Studios (Little Nightmares)

Farpoint

Os Desenvolvedores Escolhem seus Jogos de PlayStation Preferidos de 2017

Escolhido por…

“Embora ainda estamos no início da era do VR, Farpoint é uma das melhores experiências do meio. Com o fantástico Aim Controller, Farpoint dá aos jogadores uma sensação incrível de imersão. É difícil acreditar que os jogos já chegaram a este ponto. Como criança, este era o tipo de jogo que eu sonhava se possível no futuro. Mais velho, passei a acreditar que jogos assim nunca seriam possíveis no meu tempo. Mas agora temos um aqui agora, bem na minha frente.” Keiichiro Toyama, Diretor, SIE Japan Studio (Gravity Rush 2)

Everybody’s Golf

Escolhido por…

“Provavelmente a minha série preferida de todos os tempos, então fiquei feliz de testar novos campos e voltar a ficar bom em golf.” John Johanas, Game Designer, Tango Gameworks (The Evil Within 2)

Dragon Quest XI

Dragon Quest XI
 
Escolhido por…

“Desculpa por ser um dos nossos, mas tenho que dizer Dragon Quest XI. O fato de eu ter tido envolvimento com o desenvolvimento de jogos da série Dragon Quest no passado é um motivo, mas mais do que isso, é que eu jogo a série desde o começo e ela realmente se tornou um marco na minha carreira como desenvolvedor. A qualidade da história é óbvia, mas acho que a versão do PlayStation 4 tem cores e um estilo visual tão especiais que não poderiam ser criados em jogos de qualquer outra série ou de outro país.” Naoki Yoshida, Diretor, Square-Enix (Final Fantasy XIV)

Resident Evil 7

Os Desenvolvedores Escolhem seus Jogos de PlayStation Preferidos de 2017

Escolhido por…

“Joguei todos os jogos da série, mas este marca o retorno às raízes de RE e se encaixa perfeitamente na descrição de “terror de sobrevivência”, e fiquei devidamente assustado. Quero tentar jogar em VR, mas como me parece ainda mais assustador, ainda não criei coragem.” Hiroaki Kato, Produtor, Square-Enix (Final Fantasy XII: The Zodiac Age)

Assassin’s Creed Origins

Assassin's Creed Origins
 
Escolhido por…

“Trabalhei anteriormente na franquia por muitos anos, então é verdade que ela tem um lugar especial no meu coração, e poder aproveitar o jogo como gamer com certeza tem um impacto maior. Mas no fim, o que realmente me impressiona é a escala do mundo, a variedade dos terrenos e a alegria de apenas andar e descobrir novos objetivos a cada minuto. Amei cada segundo, e joguei todos os dias desde o lançamento, não vejo a hora de voltar para casa e me divertir ainda mais no Egito!” Damien Kieken, Diretor, Ubisoft Montreal (For Honor)

Nier: Automata

Os Desenvolvedores Escolhem seus Jogos de PlayStation Preferidos de 2017

Escolhido por…

“Amei o Final L. Criaturas marítimas deram uma razão para os andróides existirem.” Nusso, Desenvolvedor, Nussoft (Ace of Seafood)

Steamworld Dig 2

Steamworld Dig 2
 
Escolhido por…

“É uma série ótima, com bastante personalidade e com música fantástica também!” Gavin Price, Creative Lead, Playtonic Games (Yooka-Laylee)

Last Day of June

 
Escolhido por…

“É meio obscuro, mas eu e minha esposa Sarah adoramos jogar Last Day of June. Sem querer estragar – tivemos todos aqueles momentos de “e se”, alguma vezes por puro azar, erros ou oportunidades perdidas, onde tentamos imaginar como as coisas teriam sido diferentes. E é claro que isso não é realmente possível, mas não conseguimos parar de pensar nisso. É um jogo onde o seu personagem sonha e vive essas situações, tentando corrigir algo que aconteceu. É um jogo simples, uma história comovente e também achamos a direção de arte muito bonita.” Omar Cornut, Designer, Lizardcube (Wonder Boy: The Dragon’s Trap)

What Remains of Edith Finch

 
Escolhido por…

“What Remains of Edith Finch é a culminação da sensibilidade que a Giant Sparrow mostrou em The Unfinished Swan. É íntimo, poético, poderoso.” Raul Rubio Munarriz, Diretor, Tequila Works (Rime)

Injustice 2

 
Escolhido por…

“O primeiro Injustice me ganhou com a premissa desde o início, e fiquei curioso onde este iria. Não preciso dizer que não fiquei desapontado. Acho que Injustice 2 captura perfeitamente como um embate entre os maiores personagens da DC seria sem ter que explicar tudo para alguém que não conhece as HQs. Parece um jogo feito por fãs de comics, para os fãs de comics.” Román Echevarrena, Diretor, RecoTechnology (Numantia)

The Mummy Demastered

The Mummy Demastered
 
Escolhido por…

“A WayForward é especialista em ação retrô, e The Mummy Demastered não é uma exceção. A música e os gráficos criam uma forte sensação de mistério, e a jogabilidade meio lenta e bem severa força você a pensar taticamente, e não apenas sair estourando tudo pelo caminho.” Ville Nurmi, Programador, Housemarque (Nex Machina, Matterfall)

Please enter your date of birth.