Uncharted 4: A Thief's End

Jan 11

Jan 11

Fate/Extella: The Umbral Star Chega em 17 de Janeiro ao PS4 e PS Vita

Ryan Graff's Avatar Postado por Localization, XSEED Games

Após cerca de um ano de trabalho de nossa parte, é ótimo ver o lançamento iminente de Fate/Extella: The Umbral Star. Se você está vendo o jogo pela primeira vez neste blog, esse é um jogo de ação em campo de batalha, ambientado no universo Fate, onde os espíritos de figuras históricas e míticas se reúnem para lutar. Se você já se perguntou se Alexandre o Grande poderia vencer Lu Bu, ou como um espírito de raposa poderia se virar contra a Medusa, Fate é o seu tipo de jogo.

Como localizadores e editores norte-americanos, passamos cerca de dez meses trabalhando no longo roteiro do game. Fate/Extella tem uma história única e inventiva, e tem sido nosso trabalho nos certificar de que a história seja tão clara e tão precisa para o público japonês, assim como atraente para um público de língua inglesa.

Foi um desafio, às vezes. O autor japonês principal da série, Kinoko Nasu, gosta de carregar sua prosa com jogos de palavras, referências literárias e uma forma de poesia livre. Manter-nos fiéis a esse estilo, ao mesmo tempo tornando o texto em inglês claro e dentro desse clima nem sempre foi fácil. Mas agora estamos prontos para lançar o jogo e embora haja partes que nós queremos voltar para continuar polindo, esperamos que vocês curtam aquilo no qual estivemos trabalhando.

Agora é uma boa hora para lembrar de alguns momentos e passos marcantes desse caminho. Vejo nosso top cinco abaixo:

5.) Já falamos sobre os enigmas linguísticos de Tamamo no Mae, uma das personagens principais, mas esses não são seus únicos caprichos. Uma das personagens mais multifacetados de um elenco já bastante diverso, Tamamo mantém todos (incluindo nós) desprevenidos com sua personalidade imprevisível.

Por um lado, ela adora interpretar o papel da esposa perfeita para seu “marido”, mas ela também adora interpretar a vilã, a governante benevolente, a mística divina, e até mesmo — e apenas uma vez, e só porque ela gosta de você — a menina endiabrada da escola. Para nós, o truque para escrever cada uma dessas diferentes “vozes”, ao mesmo tempo em que todas elas soam como a mesma pessoa desempenhando papéis diferentes, era lembrar que ela sempre tem os mesmos objetivos e desejos, e está apenas os expressando de forma diferente por meio de várias personalidades.

4.) A personagem oculta do jogo, Artoria, tem os requisitos de desbloqueio mais obscuros que alguns de nós já vimos, tanto que organizamos uma explicação passo a passo. (Sinta-se livre para pular o passo a passo se você preferir tentar encontrá-la sozinha, mas se o fizer, provavelmente será por pura sorte.)

3.) À primeira vista, os personagens de Fate nem sempre se assemelham a seus homônimos. Nero Claudius é do sexo feminino, Elizabeth Bathory é um ídolo J-pop meio-dragão (no treinamento, pelo menos), e Thomas Edison (não aparecendo neste jogo, mas em outros lugares na tradição Fate) é um homem-leão que também é um ex-presidente dos Estados Unidos.

Mas ao passo que o jogo se desenrola, alguns dos personagens começam a sutilmente mostrar por que essas escolhas foram feitas e como eles se relacionam com a história. Nero, por exemplo, é uma amante apaixonada da arte e da beleza, e como a maioria dos imperadores romanos, compara-se a uma divindade, em seu caso, Vênus. Um de suas principais adversárias, Altera, tem pouca ou nenhuma paixão interior, e também tem uma história mal resolvida com o deus Marte, e assim os dois se chocam em vários níveis, tanto narrativa quanto tematicamente. Mais detalhes estragariam a surpresa, mas o resultado é que essas abordagens únicas sobre os personagens nos deram a oportunidade, como tradutores e editores, de entrar dentro das cabeças dos personagens por um ângulo bem diferente.

Aliás, e em minha opinião pessoal, se nós fizermos um outro Fate, eu quero que um dos brindes de LE seja um dólar com a cara de Edison como o homem-leão nele.

2.) Começamos sempre um novo projeto de localização familiarizando-nos com a tradição e os personagens do mundo do jogo. Como parte disso, pesquisamos a história das figuras históricas e míticas em que se baseiam os personagens do jogo. (Por causa da completude, nós também procuramos alguns dos outros personagens de Fate e que não aparecem em Extella. Dica pro: Não tente buscar pela história de Gilles de Rais.) Entre outros factóides, aprendemos que o Imperador Nero estava tão convencido de seu próprio gênio artístico que ele trancava o público em seu teatro, forçando-os a ouvir suas performances por horas sem fim. Você vai ver um pouco disso no jogo também, se você perguntar a Nero para cantar uma canção de ninar.

1.) Nossos amigos na Aksys, cujo escritório está no fim da nossa rua, localizou Fate/Extra nos dias de PSP. Enquanto estávamos reunindo material de referência para Extella, perguntamos se eles poderiam compartilhar seu material, e eles graciosamente nos enviaram cópias de seus roteiros e anotações. Nós nem sempre seguimos essas notas, mas relê-las nos deu informações brutas e informações sobre como tais informações haviam sido usadas antes, ambas inestimáveis ​​para nosso próprio trabalho com a série. Obrigado novamente, rapazes!

O game está pronto para ser lançado em 17 de janeiro.

Digitalmente, há um bundle de pré-venda disponível para a versão do PS4, que vem com um Tema exclusivo e o traje igualmente exclusivo, “Shackled Bride”, para Nero. (O traje também poderá ser acessado na versão do PS Vita se você comprar o bundle de pré-venda para o PS4.)

No dia do lançamento, e nas duas primeiras semanas após o lançamento, a versão do PS Vita virá com um bundle “Early Bird”, que incluirá a versão equivalente do PS Vita para o Tema exclusivo, bem como o traje exclusivo “Cold-Blooded Warden” de Gilgamesh (que, uma vez obtido como parte desse bundle, também poderá ser acessado na versão do PS4).

Mas nosso trabalho ainda não terminou; ainda estamos terminando vários Temas, avatares e trajes. Então vou voltar ao trabalho por agora, mas obrigado pela leitura!

Os comentários estão encerrados. Os comentários são desabilitados para posts com mais de 30 dias.

PlayStation Blog